Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe este Site...


POR QUE DEUS NÃO NOS FEZ DIRETO NO CÉU?
POR QUE DEUS NÃO NOS FEZ DIRETO NO CÉU?

Resultado de imagem para ceu
 

A pergunta: “Por que Deus não nos criou diretamente no Céu ou no inferno”, causa muitas vezes dúvida na cabeça das pessoas, pois passa a idéia de um Deus “anti-lógico”. Se Ele poderia fazer isso, por que então ele não fez? Passo a seguir alguns dos motivos pelos quais Ele, em sua Onisciência, preferiu criar os seres humanos na Terra para, depois, integrar o Céu: 

 

1) Em primeiro de tudo, Deus nos deu a decisão de escolha. Deus criou anjos e deu o livre-arbítrio a eles, se assim não fosse então não haveria rebelião no Céu, onde Lúcifer arrastou consigo um terço dos anjos em sua rebelião, sendo expulso do Céu. Deus criou seres-humanos. E o que Ele fez? Deu o livre-arbítrio a eles também. Tudo o que Deus criou ele dotou de livre-arbítrio, a decisão de escolher entre segui-lo ou não. De outra forma, Deus iria ter criado “robôs” que o seguiam simplesmente porque não tem outra escolha. Se fosse para fazer isso, então nem criaria nada. Seguiríamos a Deus por obrigação, e não por escolha. Deus fez com que verdadeiramente tivéssemos o livre-arbítrio e escolher se gostaríamos ou não de segui-lo.

 

Se Deus nos criasse direto no Céu, não seria preciso ter fé para acreditar Nele. Nós não seríamos justificados pela fé, como está escrito: Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Ef.2:8). Deus nos deu diversas provas, no Céu e na Terra, e em todo o universo, da Sua existência, de modo que não temos desculpa para negarmos a ele, pois o próprio universo em si atesta para a sua existência: “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das cousas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis” (Rm.1:20).

 

Ele quis dar a oportunidade de escolhermos para onde gostaríamos de ir, mostrando assim que é um Deus de Amor e de Respeito, respeitando nossa decisão. Se Deus tivesse criado todos no Céu, poderiam dizer: “Ha eu estou aqui porque o Senhor me criou aqui, me obrigou a viver aqui, não fui eu quem escolhi.” E se Deus tivesse criado todos no inferno poderiam dizer: “Ha eu estou aqui porque o Senhor não me deu chance de escolher.” Então a escolha é nossa. E o que determina para onde iremos é a nossa fé Nele, que produzirá em nós boas obras. E isso não é nenhum trabalho difícil, pois, como disse, o próprio universo atesta para a Sua existência. O que realmente é difícil são as pessoas admitirem que há um Deus, pois assim teriam também que abandonar ao pecado, pois seguir a Cristo é renunciar, renunciar a este mundo e viver uma vida de santidade. Isso é demais para muitos aceitarem.

 

 

2) Deus está fazendo uma seleção. Não é todo mundo que entra no Céu. Apenas os santos entram no Céu. Hebreus 12:14 diz que “sem santidade NINGUÉM verá ao Senhor”. O lugar onde Deus habita é um lugar santo, não é um lugar onde entra qualquer um. Todos pecaram, isso é fato. Mas o sangue de Jesus purifica todo o pecado daqueles que o aceitam como o Senhor e Salvador de sua vida, e seguem em uma vida de santidade ao Senhor. É sobre isso que Paulo escreve em Romanos 11:5 – “Assim, hoje também há um remanescente escolhido pela graça”.

 

Noutras palavras, Deus está fazendo uma seleção. Aqueles que são moldados, aperfeiçoados, e declarados santos, esses sim vão desfrutar da glória com Cristo, pois apenas os santos entrarão no Céu (Hb.12:14). O resto irá ser aniquilado na segunda morte, que é o lago de fogo. Aos santos será dado a vida eterna, aos perdidos a vergonha e o desprezo eterno, que é passar a eternidade longe de Deus. É muito comum hoje em dia a referência (falsa) de que “muita gente vai para o Céu”, simplesmente porque Deus é bom.

 

Mas a Bíblia deixa muito bem claro que serão poucos aqueles que desfrutarão da vida eterna. Mateus 7:13,14 diz: Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem”.MUITOS são os que entram no caminho da perdição, e POUCOS entram pelo caminho que leva à vida (eterna). Jesus Cristo nosso Senhor ensina que apenas “aquele que perseverar até o FIM, este será salvo” (Mt.24:13). A teoria falsa de que “muita gente” vai para o Céu parte do princípio de que os não-salvos irão passar a eternidade queimando no fogo do inferno e, sendo assim, um Deus bom e de amor não poderia deixar pessoas sofrendo tudo isso; logo, muito mais gente iria para o Céu. Essa teoria errônea também abre espaços para doutrinas como a do Purgatório, por exemplo, sendo assim, aqueles que “não forem tão merecedores assim” ainda podem entrar no Céu, passando pelo “fogo”...

 

Mas tudo isso está ERRADO. O lago de fogo não é um lugar onde as almas passam a eternidade queimando, o lago de fogo é um lugar onde a alma dos não-salvos será lançada para ser morta, o lago de fogo é a segunda morte (Ap.20:14). A conclusão é que apenas o grupo mais seleto, moldado, aperfeiçoado, escolhido, e que passou pelas tribulações e aflições dessa terra perseverando até o fim, é que será salvo, e esse povo santo irá reinar com Deus no Céu. ESSA é a verdade. Deus não nos criou direto no Céu porque apenas os merecedores entram lá; porque apenas aqueles que perseveraram terão o gozo de entrar no Santo dos Santos, e desfrutar da eterna paz que é passar a eternidade com Cristo Jesus nosso Senhor. 

 

 

3) Se Deus nos criasse direto no Céu, nós JAMAIS saberíamos o quão bom é o Céu. Como nós saberíamos que o Céu é um lugar bom, de recompensa, se nós não temos nenhum comparativo? Ora, o rico só se dá conta de como é boa a sua vida, quando vai para a África viver em condições sub-humanas! Aí sim ele aprende a valorizar aquilo que ele tem! Ora, se nós fossemos feitos para esta direto no Céu, sem nenhum comparativo, sem nenhum outro lugar que tivéssemos passado, jamais saberíamos o quão bom é este lugar, para onde os salvos vão. O Céu será um lugar onde não haverá tristeza, nem pranto, nem luto, nem aflição. Ora, apenas se tivéssemos passado em algum lugar por tristeza, pranto, luto e aflição é que saberíamos o significado disso. Estaríamos no Céu sem saber o por quê, sem valorizar aquilo que temos e adorando a Deus por obrigação! “E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram”. (Ap.21:4). 

 

 

4) E, por fim, o que considero o maior dos motivos: Jamais saberíamos o quanto Deus é bom! Jamais Deus ofereceria o seu próprio Filho, o seu filho único, para morrer por nós, pelos nossos pecados, porque não teríamos pecados! O amor de Deus o Pai se derramou em nós, a saber, por meio do sacrifício vicário de Jesus Cristo por nós, porque “Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo.3:16). Deus amou o mundo!!!

 

Ele amou tanto eu e você que deu o seu próprio Filho para morrer por nós, pecadores, para sabermos o quanto Deus é bom!!! Se Deus nos tivesse feito direto no Céu, jamais nós saberíamos o quanto Deus nos ama ao ponto de fazer uma atitude dessas por amor a todos nós!!! Louvado seja o Senhor! Jamais nós saberíamos o que é a “graça”, jamais nós saberíamos o significado da graça de Deus, pois “pela graça Dele nós somos salvos, e isso não vem por obras, para que ninguém se glorie” (Ef.2:8,9). Não vem por obras, vem pela graça, a graça que atua pelo amor, pelo amor do próprio Deus Vivo por nós! Quão maravilhosos são os desígnos de Deus! “Maravilhosos são os teus testemunhos, portanto, a minha alma os guarda” (Sl.119:129). 

 

“Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8)

 

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

 

Por Cristo e por Seu Reino,

Lucas Banzoli.

 

 

__________________________________________________________________

Clicando em ENVIAR CARTA, no menu esquerdo, você pode comentar, criticar ou debater sobre o assunto com o autor do site.

__________________________________________________________________

 

 

Curta no Facebook para estar por dentro das atualizações: