Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe este Site...


É CORRETO FAZER PROMESSAS?
É CORRETO FAZER PROMESSAS?

.

 

Embora haja certamente muitas coisas que eu divirja do padre Fábio de Melo (pregador da renovação carismática católica), também tenho que reconhecer quando eles dizem algo que está correto, assim como eu critico quando eles têm que ser criticados. Atualmente vi um ótimo vídeo desse padre falando sobre promessas, e a ótima abordagem dele sobre este assunto me motivou a postar aqui no site também a resposta dele a uma mensagem de uma leitora que buscava uma orientação sobre o tema.

 

Dentre outras coisas, ele enfatizou o fator da graça de Deus como sendo algo gratuito, que não necessita de “altos esforços” de obras de nossa parte para chamar a atenção Dele ou para sermos amados por Ele (de fato, este princípio aproxima-se muito da “Sola Gratia”, um dos princípios mais fieis à Palavra de Deus).

 

Também ressaltou o fato de que o crescimento espiritual de um cristão faz com que deixe de ser necessário ser obrigado a ter que fazer promessas para Deus com a finalidade de receber alguma coisa Dele depois, como troca. O presente de Deus não é dado a nós porque nós porque nós “subimos uma escadaria de joelhos”, como se Deus se alegrasse de uma coisa dessas. Deus não é um “vendilhão”, e nem a sua graça vem a nós porque nós prometemos alguma coisa a Ele em troca.

 

Deus nos dá porque Ele é amor, Ele é a graça, porque Ele é generoso e misericordioso, e não porque nós merecemos por nossa própria justiça ou piedade própria. O nosso relacionamento para com Deus deve ser de fidelidade a Ele sempre, mesmo que as nossas orações pareçam não terem sido respondidas, e independentemente de qualquer “promessa” ou juramento que possamos fazer.

 

Essas e outras coisas são abordadas neste pequeno vídeo do padre Fábio de Melo, que conclui dizendo que o que devemos ter com Deus é um pacto de amor e fidelidade para sempre, e não promessas aqui ou ali visando um bem particular para si próprio – o que é digno de uma mentalidade espiritualmente infantil.

 

 

 

 

Abraços a todos!

 

“Vocês também ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não jure falsamente, mas cumpra os juramentos que você fez diante do Senhor’. Mas eu lhes digo: Não jurem de forma alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o estrado de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei. E não jure pela sua cabeça, pois você não pode tornar branco ou preto nem um fio de cabelo” (Mateus 5:33-36)

 

__________________________________________________________________

Clicando em ENVIAR CARTA, no menu esquerdo, você pode comentar, criticar ou debater sobre o assunto com o autor do site.

__________________________________________________________________

 

 

Curta no Facebook para estar por dentro das atualizações: