Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe este Site...

link 317438, download pdf, Is This a Zombie?: v. 1, free book, download book, pdf free, download book, download book, download pdf, this link,

PEDRO É O CHEFE DOS APÓSTOLOS?
PEDRO É O CHEFE DOS APÓSTOLOS?

.

 

Recentemente tive informação de que um católico muito conhecido por mim tentou refutar parte do meu artigo sobre Pedro – “A Missão Secreta de Pedro” (ver menu ao lado), mas infelizmente não fez isso com argumentos, mas apenas com xingamentos e com demonstrações claras de seu desequilíbrio mental e surtos psicóticos, quando começa a entrar no desespero. Como o meu objetivo aqui não é divulgar porcarias, então eu não vou aqui citar links, mas vou apenas passar o conteúdo com a refutação do texto dele, sem mencionar nomes e nem dar IBOP para hereges.

 

Vou começar com a citação do meu artigo original, e em seguida passar a tentativa deprimente daquilo que ele chama de “refutação” ao meu texto:

 

 

Mas o maior de todos os disparates contra o primado de Pedro encontra-se mais provavelmente na confissão dos judeus em Atos 24:5,6:

 

Atos 24

5 Verificamos que este homem é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele é o principal cabeça da seita dos nazarenos.

6 e tentou até mesmo profanar o templo; então o prendemos e quisemos julgá-lo segundo a nossa lei.

 

Bingo! Olha que coisa: Os judeus, que conheciam a “seita dos nazarenos” (ou seja, os cristãos), poderiam perfeitamente afirmar com toda a convicção do mundo que o cabeça dessa “seita” (eles definitivamente não gostavam muito assim dos cristãos) era Pedro, o tal “papa”, infalível, príncipe dos apóstolos, fundamento da Igreja, autoridade suprema, líder eclesiástico, cabeça e chefe dos cristãos, também chamados de “nazarenos”. Contudo, lá vai a perguntinha pros católicos:

 

- Quem os judeus reconheciam como o “cabeça da seita dos nazarenos”?

 

( ) PEDRO, O PAPA INFALÍVEL E CHAMADO PELOS CATÓLICOS DE “PRÍNCIPE DOS APÓSTOLOS”; ou...

( ) PAULO, EX-PERSEGUIDOR DOS CRISTÃOS E QUE PARA OS CATÓLICOS DEVERIA ESTAR SUBMETIDO A LIDERANÇA DE PEDRO.

 

Qualquer católico pode responder honestamente a esta simples perguntinha. Mas – lembre-se sempre – não se esqueça de Atos 24:5,6:

 

Atos 24

5 Verificamos que este homem [Paulo] é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele [Paulo] é o principal cabeça da seita dos nazarenos.

6 e tentou até mesmo profanar o templo; então o prendemos e quisemos julgá-lo segundo a nossa lei.

 

Veja que coisa mais interessante aqui:

 

(1) Era Paulo o cabeça dos nazarenos, e não Pedro; (2) Os judeus conheciam essa “seita” e reconheciam Paulo como sendo a maior autoridade entre eles; (3) Se os cristãos tivessem todos sob a primazia de Pedro isso seria evidente também a eles que não iriam falar uma “BOBEIRA” dessas mentindo que Paulo é o “cabeça” ou “chefe” e não Pedro; (4) Lucas, escritor de Atos, não iria deixar despercebido tão grande confusão aos seus leitores que certamente pensariam que realmente era Paulo (e não Pedro) o cabeça, mas mesmo assim ele não faz nenhuma observação e não contradiz em parte nenhuma de seu livro dizendo que o líder é Pedro e não Paulo como antes foi dito; e (5) A primazia absoluta de Pedro iria fazer dele um reconhecido líder entre os cristãos, o que impediria tão grande engano e mentira incluída na Bíblia dizendo que é Paulo o “cabeça da seita dos nazarenos”.

 

Analisando o texto original grego, de acordo com o léxico da Concordância de Strong, a palavra aqui utilizada por Lucas em Atos 24:5 se referindo a Paulo como o líder dos cristãos é “protostates”, e significa:

 

Strong’s Concordance

2476 - um pé primeiro no ranking, ou seja, um capitão (campeão): - líder

 

E aqui cai por terra mais uma falácia católica de que era Pedro o “capitão”, “líder”, “papa”, etc, etc, etc.

 

 

Ao ler isso, aquele católico com surtos psicóticos e sérios problemas interpretativos veio com um texto repleto de palavras baixas e sujas (que não são recomendadas para menores, portanto tire as crianças da sala), demonstrando todo o seu ódio e ira. Vou passar o texto dele do jeito que está, sem fazer alteração alguma, e refutar em seguida as colocações dele, ou pelo menos aquilo que sobrou das palavras sujas.

 

Em vermelho (itálico) as palavras dele, em seguida as minhas refutações:

 

 

“O argumento satânico é: Dizer que São Paulo foi tratado como cabeça da Igreja esquecendo de São Pedro. Argumento totalmente ridículo, só um imbecil que usa uma Bíblia adulterada para usar esse tipo de argumento, primeiro cabeça da Igreja é Jesus Cristo, e segundo o texto citado por esses Hereges diz apenas que São Paulo era um dos lideres da Igreja”

 

Em primeiro lugar, “imbecil” é o cidadão que abriu a jaula para deixar sair um animal mal educado como você.

 

Em segundo lugar, eu gostaria de saber que tipo de entidade que proferiu isso através de você, que eu digo que “Paulo é o cabeça da Igreja”! Onde foi que eu afirmei isso??? O que eu disse foi que Paulo era considerado pelos judeus como sendo o “líder da seita dos nazarenos”, isto é, o que tinha maior influência, maior comando dentre os apóstolos. Eu jamais neguei ser Cristo o único Cabeça para colocar Paulo no lugar dele!  O senhor está querendo pôr palavras na minha boca, para depois ter de que me acusar, ou está tendo sérios problemas de leitura? Onde o senhor arranjou isso?!

 

O que é mais incrível de tudo é que o sujeito que afirmou isso de mim deve ser um total ignorante do próprio catecismo da igreja dele, que prega que o cabeça da Igreja é Pedro, o principal dos apóstolos, o que está em primeiro lugar, o “chefe”, o “cabeça”, etc, etc, etc...

 

“No colégio dos Doze, Simão Pedro ocupa o primeiro lugar” (§552)

 

“Há antes de tudo a escolha dos Doze, com Pedro como seu chefe” (§765)

 

“Pedro cabeça dos Apóstolos” (P.32.5)

 

Enfim, nem vale a pena continuar mostrando a total desonestidade intelectual deste cidadão, que calunia dizendo que sou eu quem coloca Paulo como Cabeça da Igreja no lugar de Cristo, quando na verdade são eles mesmos quem declaram Pedro como o Cabeça!!! Rapaz, vá estudar teologia de verdade e para com seus achismos e delírios! Queres vaga no Zorra Total mesmo?

 

 

“Observem a tradução adulterada:

Atos 24

5 Verificamos que este homem é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele é o principal cabeça da seita dos nazarenos.

6 e tentou até mesmo profanar o templo; então o prendemos e quisemos julgá-lo segundo a nossa lei.

Observem a traduçao correta.

Atos 24

5. Encontramos este homem, uma peste, um indivíduo que fomenta discórdia entre os judeus no mundo inteiro. É um dos líderes da seita dos nazarenos.
6. Tentou mesmo profanar o templo. Nós, porém, o prendemos.

Principal Cabeça.

Um dos lideres.

Tem muita diferença.”

 

Aqui ele começa a dar algum fundamento para a declaração dele de que eu sou um “imbecil e herege que usa uma Bíblia adulterada para usar esse tipo de argumento”. O mais interessante é que este humilde cidadão, ao invés de ir procurar no grego ou nas concordâncias nominais, nos léxicos ou em algo que se preze, preferiu ir procurar apenas em uma versão católica da Bíblia que ele carrega debaixo do braço, e quando viu que a tradução dele estava diferente da minha, pronto – eu viro um imbecil e herege que adultero a Bíblia!

 

Que fantástico ceticismo deste sujeito, em confiar cegamente nas traduções católicas, e ao invés de ir se informar um pouco sobre isso, já prefere antes ir direto xingando de tudo quanto é tipo de palavrão os seus oponentes!

 

Vamos ver o que nos diz algumas versões protestantes, e em seguida vamos analisar as versões católicas:

 

-Almeida Corrigida, Revisada e Fiel

“Temos achado que este homem é uma peste, e promotor de sedições entre todos os judeus, por todo o mundo; e o principal defensor da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Almeida Revisada Imprensa Bíblica

“Temos achado que este homem é uma peste, e promotor de sedições entre todos os judeus, por todo o mundo, e chefe da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Almeida Revista e Atualizada

“Porque, tendo nós verificado que este homem é uma peste e promove sedições entre os judeus esparsos por todo o mundo, sendo também o principal agitador da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Almeida Atualizada

“Temos achado que este homem é uma peste, e promotor de sedições entre todos os judeus, por todo o mundo, e chefe da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Nova Versão Internacional

“Verificamos que este homem é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele é o principal cabeça da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Sociedade Bíblica Britânica

“Pois temos achado que este é um homem pestífero e que em todo o mundo promove sedições entre os judeus, e é chefe da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

Veja que todas essas versões (protestantes) trazem o artigo definido (com relação a Paulo) como sendo “o chefe da seita dos nazarenos”, e não apenas “um” chefe, como trazem as versões católicas. Mas, é claro, o cidadão não está nem aí pra isso, e ao invés de ir buscar a verdade acerca disso no grego, prefere já ir soltando todos os palavrões que lhe vem à mente.

 

Antes de passar o original aqui, vou passar algumas das maravilhosas traduções católicas deste verso, sempre colocando o artigo indefinido para tentar maliciosamente dizer que Paulo era somente “um dos” líderes ao invés de ser o líder principal. É claro que eles precisam apelar deste jeito, ou senão a tese deles do primado de Pedro vai direto pro esgoto. Mas vamos lá com as versões católicas da Bíblia:

 

-Versão Ave Maria

“Encontramos este homem, uma peste, um indivíduo que fomenta discórdia entre os judeus no mundo inteiro. É um dos líderes da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-CNBB

“Verificamos que este homem é uma peste. Ele provoca conflitos entre os judeus do mundo inteiro e é também um dos líderes da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Bíblia de Jerusalém

“Verificamos que este homem é uma peste: ele suscita conflitos entre todos os judeus do mundo inteiro, e é um dos da linha-de-frente da seita dos nazareus” (Atos 24:5)

 

-Versão Bíblia Sagrada

“Verificámos que este homem é uma peste: ele promove conflitos entre os judeus do mundo inteiro e é também um dos cabecilhas da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

Bom, é com base nessas traduções católicas furadas e tendenciosas que o sujeito acima me chama de “imbecil e adulterador da Bíblia”, porque a versão dele é diferente da minha, e a partir disso ele já presume que todas as versões protestantes estão adulteradas e eu sou um herege. Veja só que tipo de “raciocínio” que eu tenho que aturar aqui! Infelizmente, bastaria ele estudar um pouco e veria que até traduções católicas de mais respeito e relevância colocam o artigo definido, como é o caso da Bíblia de Jerusalém (em espanhol) e da tradicional versão Reina Valera (do mesmo idioma):

 

-Reina Valera

“Porque hemos hallado que este hombre es pestilencial, y levantador de sediciones entre todos los Judíos por todo el mundo, y príncipe de la secta de los Nazarenos” (Atos 24:5)

 

-Bíblia de Jerusalém – espanhol

”Hemos encontrado esta peste de hombre que provoca altercados entre los judíos de toda la tierra y que es el jefe principal de la secta de los nazoreos” (Atos 24:5)

 

Perceba que nessas outras duas versões católicas o artigo definido é colocado explicitamente. Mas as versões católicas mais modernas (e especialmente as do Brasil) preferem omitir isso e adulterar a Bíblia, colocando um artigo indefinido inexistente no original grego, para dar a impressão de que Paulo só era um dos líderes (tentando ainda salvar a teoria do primado de Pedro até as últimas circunstâncias!). Agora, para saber quem é que está “adulterando a Bíblia” (se sou eu ou se é aquele sujeito inteligente acima) basta fazer aquilo que ele nunca fez (estudar um pouco) e descobrir a verdade direto no original grego:

 

Atos 24

5 “Επειδη ευρομεν τον ανθρωπον τουτον οτι ειναι φθοροποιος και διεγειρει στασιν μεταξυ ολων των κατα την οικουμενην Ιουδαιων, και ειναι πρωτοστατης της αιρεσεως των Ναζωραιων”

 

Vamos dar evidentemente uma atenção especial para as últimas palavras da frase, para descobrirmos quem é que anda adulterando a Bíblia:

 

και = e ειναι = é πρωτοστατης = principal promotor της = da αιρεσεως = seita των = de Ναζωραιων = Nazaré

 

FATALITY!!!

 

Dito em termos simples:

 

“...e é principal promotor da seita de Nazaré”

 

Paulo era o principal promotor da “seita de Nazaré”! Note que não é nos dito que Paulo era somente “um dos principais promotores”. O termo grego “πρωτοστατης”, que pode ser traduzido de amplas maneiras (tais como “líder”, “principal promotor”, “chefe”, “primeiro lugar”, “cabeça” – sempre dando o sentido de liderança) não está colocado no plural (como seria no caso de Paulo dividir tal liderança com outros, como Pedro), mas sim realmente no singular, e com o artigo definido que o antecedia:

 

Atos 24

5 “eurontes gar ton andra touton loimon kai kinounta a=staseis tsb=stasin pasin tois ioudaiois tois kata tên oikoumenên prôtostatên te tês tôn nazôraiôn aireseôs”

 

De acordo com o léxico da Concordância nominal de Strong, isso é nada a mais nada a menos do que um artigo definido:

 

Strong’s Concordance

3588 ο ho que inclue o feminino η he, e o neutro το to

em todos as suas inflexões, o artigo definido; artigo

 

Antes de explicar o que é um artigo definido, penso que é melhor explicar antes para um vândalo o que é a gramática, afinal nem isso um semi-analfabeto como ele (que só está preocupado em xingar, e não em estudar) deve saber.

 

Vamos aos poucos para ele não se confundir:

 

Significado de Gramática

s.f. Conjunto de princípios que regem o funcionamento de uma língua. A gramática orienta como as palavras podem ser combinadas ou modificadas para que as pessoas possam comunicar-se com facilidade e precisão.

 

Amigos, não pense que eu estou “ofendendo” ele quando disse que ele é um “semi-analfabeto”. Eu já disse isso na cara dele e ele próprio admitiu que é um semi-analfabeto! Ele pode até ter decorado todos os xingamentos que ele aprendeu na gangue dele, mas certamente não aprendeu o que é a gramática, quanto menos o que é um artigo definido! Bom, então vamos lá dar essa forcinha para o analfabeto mal educado estudar um pouco, relembrando os velhos tempos de quando ele ainda não havia fugido da escola:

 

“Artigos são palavras que precedem os substantivos para determiná-los ou indeterminá-los. Os artigos definidos (o, a, os, as), de modo geral, indicam seres determinados, conhecidos da pessoa que fala ou escreve:

 

Falei com o médico.

Já encontramos os livros perdidos.

 

Os artigos indefinidos (um, uma , uns, umas) indicam os seres de modo vago, impreciso.

 

Uma pessoa lhe telefonou.

Uns garotos faziam barulho na rua(Fonte: wikipédia) 

 

Já que eu realmente me importo com a educação dele e não gosto dessas escolas de araque que não ensinam uma disciplina moral para os seus alunos (de onde ele fugiu), então eu vou continuar passando mais alguns breves exemplos práticos e definições de artigos definidos, antes daquele sujeito arranjar uma outra versão católica adulterada, achar que vale mais do que o original grego e criar um outro artigo para me xingar novamente. Bom, vamos lá, pessoal:

 

“Os ‘Artigos Definidos’ são aqueles que indicam seres determinados dentro de uma espécie. Seu sentido é particular e preciso” (Fonte: Juris Way)

 

“Os artigos definidos determinam os substantivos de modo preciso e particular. Ao dizer ‘o livro’, faz-se uma referência a um livro em particular. Já os indefinidos determinam os substantivos num aspecto vago, impreciso e geral. Quando se diz ‘um livro’, menciona-se qualquer livro” (Fonte: Educação Uol)

 

Bom, chega de aulas de português por hoje. Afinal, se em trinta anos de “carreira” um cidadão como esse não aprendeu nem sequer a ter educação ou cultura, não vai ser agora de uma hora pra outra que ele vai passar a ser alfabetizado ou menos ignorante. Vamos ter paciência com os vândalos. Por enquanto se ele quiser aprender um pouco mais pode começar entrando aqui:

 

http://www.gramaticaonline.com.br/texto/862/Artigos_definidos_e_indefinidos

 

E aqui também:

 

http://www.dicio.com.br/educacao/

 

http://dicionarioinformal.com.br/definicao.php?palavra=educa%C7%C3o&id=25267

 

http://www.dicionarioweb.com.br/educa%C3%A7%C3%A3o.html

 

Bom, por hoje já chega. Afinal, seria pura covardia minha querer continuar espancando um cachorro morto. Mas vamos, a partir disso, mostrar como que ficaria a passagem bíblica SEM o artigo definido (pois no grego bíblico Koiné não existiam artigos indefinidos; portanto, quando alguém queria passar a ideia de indefinido bastaria abrir mão da utilização do artigo definido):

 

“...É um dos líderes da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

Bom, é essa a versão adulterada, gente. Versão essa que coloca artigo indefinido aonde que no original grego o artigo é definido, e que coloca “líderes” no plural onde no original é singular!!! Eles estão dispostos a plantarem até bananeira para salvarem as teorias católicas de botequim, que já cansaram de serem refutadas há muito tempo!

 

E o mais impressionante é que ainda existem esses vândalos (como o sujeito acima, comentado nesta matéria) que é tão cego, ignorante e arrogante ao ponto de confiar cegamente nestas traduções ultrapassadas e ainda xingar os outros que traduzem corretamente! É dose, enquanto uns estudam, outros surtam de forma psicótica!

 

Agora vamos para a tradução correta com o artigo definido:

 

“...É o líder da seita dos nazarenos” (Atos 24:5)

 

“O” – artigo definido / “Líder” – singular!

 

Analisando o léxico da Concordância de Strong, vemos que a palavra utilizada por Lucas (escritor de Atos) com relação ao apóstolo Paulo (prôtostatên), significa:

 

4414 πρωτοστατης protostates

de 4413 e 2476; n m

1) um que se encontra na liderança

1a) líder, chefe, campeão

 

Aqui vemos o evangelista e médico, Lucas, aplicando o termo “protostates” em seu livro de Atos, com relação ao apóstolo Paulo. Este termo tem como significado alguém que se encontra na liderança, o chefe, o líder. As diversas traduções que temos em mãos traduzem esta palavra pelos mais diversos termos, sempre significando uma posição de liderança absoluta sobre os demais. Vejamos algumas delas:

 

“Principal” – Almeida Corrigida, Revisada e Fiel

“Chefe” – Almeida Revisada Imprensa Bíblica

“Principal cabeça” – NVI

“Líder” – CNBB

“Linha-de-frente” – Bíblia de Jerusalém

“Cabecilha” – Versão Bíblia Sagrada

“Príncipe” – Reina Valera

“Chefe principal” – Bíblia de Jerusalém (espanhol)

“Chefe” – Hebraico Moderno

 

Como vimos, a palavra aplicada ao apóstolo Paulo é traduzida por todos os sinônimos do mundo que caracterizam liderança. Os católicos sonhariam que Lucas aplicasse essa palavra também para Pedro, mas infelizmente quando ela aparece é somente para caracterizar Paulo. Não existe primado de Pedro!!! Nem sequer as versões católicas mais “ousadas” traduziram de outra forma a palavra “protostates”, mas sempre como líder ou chefe.

 

O máximo que elas conseguiram fazer foi colocar em plural o que está no singular, e botar goela abaixo o artigo indefinido onde o artigo é definido. Se Lucas quisesse dar a intenção que as manipuladas versões católicas querem dar a essa passagem (concedendo pluralidade ao texto) ele teria pronto, a mão, o termo grego que expressa liderança no plural, que é “prôtoi”, que poderia perfeitamente ter sido utilizado. Porém, ele faz questão de usar uma palavra no singular (prôtostatên) porque era apenas Paulo o líder da “seita dos Nazarenos”, por sua influência e comando.

 

O ministério de Paulo era tão reconhecido que até mesmo um famoso advogado, chamado Tértulo (At.24:1) pôde identificar na figura de Paulo alguém que mais poderia expressar uma liderança dentre eles, os cristãos. Mas por que razão as traduções católicas precisaram apelar a tal ponto (enganando muitos incautos como o sujeito católico pensou que me estava “refutando”), colocando no plural aquilo que está no singular, e pondo artigo indefinido onde está artigo definido?

 

Ora, isso é muito fácil descobrir. O objetivo dessas traduções claramente tendenciosas, que consegue enganar alguns incautos ou ignorantes sem cultura (tal como o semi-analfabeto que estamos tratando) não é outra senão deixar entender que Paulo é só “um dos líderes”, junto com Pedro.

 

Dessa forma, eles pensam estar “salvando” o primado de Pedro (uma das colunas que sustentam o papado), pois se Paulo era somente um dos líderes, Pedro talvez pudesse ser outro dos líderes! Mas ainda que essa tradução falsa e espúria que corrompe os originais fosse verdadeira, mesmo assim isso não resolveria a situação em nada, pois o máximo que Pedro conseguiria neste caso seria estar em co-liderança com Paulo, e não acima dele.

 

Lucas não escreve que Pedro é o chefe e líder principal e que Paulo está abaixo dele mas “também é um dos líderes”. Ao contrário, ele com efeito escreve dizendo que é Paulo o líder da “seita dos nazarenos” – no mais puro singular e artigo definido! Isso deveria ressoar pelos ouvidos do clero católico romano, que insiste desesperadamente em colocar Pedro em primeiríssimo lugar.

 

O mais incrível de tudo isso é que todas essas palavras utilizadas com relação unicamente a Paulo neste contexto de Atos 24:5, o catecismo católico atribui a Pedro, o chamando de “cabeça dos apóstolos” (P.32.5), “chefe” (§765), e que ocupa o “primeiro lugar” (§552). Ou seja, onde a Bíblia atribui tais características a Paulo, a Igreja católica falsamente transfere tudo isso para Pedro!

 

Mas eles não estão nem aí com isso (i.e, com a Bíblia). O que eles querem mesmo é uma obediência passiva do povão, e criar pessoas cada vez mais ignorantes e sem cultura, que recebem todas as suas adulterações sem contestar nada e sem nenhum tipo de senso crítico, e ainda xingando aqueles que pregam a verdade! Tal infelizmente é o caso do cidadão que estamos refutando, que por final ainda teve a audácia de dizer essa asneira aqui, para fechar com chave de ouro:

 

 

Embrulha-me o estomago ler essas traduções adulteradas por esse bando de hereges, ainda me vem com uma palhaçada de (Concordância de Strong)para tentar justificar suas heresias satânicas, gostaria de saber se os Apóstolos e Profetas que escreveram a Bíblia usaram o dicionário de Strong. Durma com um barulho desses”

 

Tá maluco? Voltou a beber???

Não era as 16:00 a 3ª dose diária???

 

O cidadão está tão perturbado que agora passa a atirar no desespero para todos os lados, sobrou até para a própria Concordância de Strong! É tão ridículo, mas tão ridículo, que dá até pena de formalizar o argumento demente de seres vivos como esse, só para vermos o quão estúpido que é:

 

1. A Concordância de Strong veio depois dos apóstolos e profetas.

2. Então eles não usaram a Concordância de Strong.

3. Portanto, o dicionário de Strong é uma “palhaçada” e não podemos usá-lo!

 

Veja que o cidadão ainda chama a maior Concordância Bíblica de todos os tempos de “palhaçada” (só porque explode as mirabolantes teses católicas), quando na verdade a “palhaçada” é o cidadão que enfiou na cabeça uma aberração tão ridícula quanto essa. Vamos usar a mesma “lógica” deste perturbado para vermos o quão inteligente que ele é:

 

1. O dicionário Aurélio veio depois da Língua Portuguesa, em 1975.

2. Então a Língua Portuguesa já existia antes do dicionário Aurélio.

3. Portanto, o dicionário Aurélio é uma “palhaçada” e não podemos usá-lo!

 

Uau!!!

 

Veja até que ponto que o remédio tomado por esses hereges é forte mesmo. Pela mesma lógica absurda que ele achou, nós deveríamos logicamente também repudiarmos TODOS os dicionários do mundo todo; afinal, eles são também “palhaçadas”, não é mesmo?!

 

Teologias sem erudição pautadas em achismos e delírios dá nisso... estão gerando cada vez mais analfabetos funcionais como o sujeito acima que achou que iria me “refutar” usando essas “lógicas” de quinta série quando ele ainda não havia fugido da escola ou aprendido o que é um artigo definido.

 

Realmente, me dá muita vergonha ter que criar artigos apenas para me defender desses montes de sites católicos por aí que tentam me refutar, um mais ridículo que o outro, que no final a gente tem que ensinar português, gramática e “lógica” para eles, porque eles não se cansam de apanhar somente na Bíblia, então querem levar uma surra nos outros aspectos também.

 

Infelizmente ele não sabe que os dicionários e léxicos do grego não existem até hoje porque são “palhaçadas”. Palhaços são os incautos que fazem afirmações estúpidas como essa. Os léxicos do grego, que são mundialmente reconhecidos e respeitados, e universalmente utilizados por todos os renomados teólogos e apologetas cristãos de ontem e de hoje, chegaram até nós para dar a explicação necessária que nós precisamos sobre o significado das palavras, incluindo os artigos definidos, é claro.

 

É evidente que para sujeitos com o nível culto do cidadão acima que estamos refutando, que não é capaz nem de formalizar um argumento simples e que não faz nem ideia do que seja a gramática, pouco ou nada importa esses dicionários. É por isso que ele xinga todo mundo e menospreza os léxicos do grego. Mas felizmente tais léxicos não foram feitos para os vândalos, mas sim para os que gostam de estudar.

 

Os vândalos sempre vão desprezar a gramática, menosprezar o dicionário, fugir da escola, xingar os outros e ter surtos psicóticos. Por isso nada do que você falou de mim, das versões protestantes da Bíblia ou do dicionário de Strong chega a ser “assustador”. Assustador mesmo seria vê-lo dizendo alguma coisa inteligente.

 

Durma com um barulho desses.

 

----------------------------------------------------------------------------

Por: Lucas Banzoli.

 

Clicando em ENVIAR CARTA, no menu esquerdo, você pode comentar, criticar ou debater sobre o assunto com o autor do site.

 

 

Curta no Facebook para estar por dentro das atualizações: