Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe este Site...


O PAPA E O ALCORÃO
O PAPA E O ALCORÃO

Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.

 

2 João 1:10

 

 

A Palavra de Deus é clara a este respeito, um cristão autentico não reverencia outra doutrina. Um servo verdadeiro de Deus não se dobra a outros deuses e como sabemos muito bem Allah dos mulçumanos não é o mesmo Deus do cristianismo.

 

Embora alguns ignorantes afirmem não haver diferença entre Allah e Jeová, as diferenças são deveras gritantes. Mencionarei resumidamente não somente as diferenças na personalidade quanto nas praticas de fé:

 

· Deus Jeová o Deus dos cristãos é o criador do universo do mundo e de tudo que existe, pai de nosso Senhor Jesus Cristo e age em nós através de seu Espírito Santo.

 

· Allah era um nome que se usava para um dos deuses da Arábia, conhecido como o pai das deusas Lat, Uzza e Manat, adoradas por muitos. Ele não possui um filho chamado Jesus, ao contrario segundo os mulçumanos Jesus foi apenas mais um profeta.

 

· Para os mulçumanos Jesus não é divino, nem salvador, muito menos Deus. Não morreu em uma cruz, sendo que Judas morreu em seu lugar.

 

· O islamismo não prega arrependimento ou reconciliação crê que tal salvação só pode ser adquirida através das obras.

 

· Não crê na Bíblia, embora respeitada não é digna de total confiança, pois foi corrompida com o passar do tempo, apenas a consideram quando esta coincidi com o alcorão que para eles é em muito superior.

 

· O céu ou paraíso do Islamismo é bem diferente do céu mencionado na Bíblia cristã. No paraíso islâmico existem prazeres puramente sexuais com varias virgens para um só homem que ao manterem relações sexuais voltam a serem virgens novamente. Curiosamente só existem promessas deste tipo para os homens.

 

· Quanto ao Espírito Santo chegam a compará-lo a Maomé. Absurdo!

 

Outros pontos importantes a mencionar é que o Alcorão incita a violência e o ódio contra os não muçulmanos, cristãos e judeus - "... Matai os idolatras onde quer que os encontreis..." (Sura 9:5). Os mulçumanos consideram os cristãos "idólatras" por pregarem a doutrina da Trindade, achando que se trata de "três deuses". Pregam a Jihad Santa (guerra santa) contra os infiéis do mundo. E afirmam que matando um infiel, que é uma ordem para todos os muçulmanos, eles são assegurados de um lugar no paraíso.

 

Embora a Bíblia afirme que devemos defender nossa fé a ponto de não aceitar ensinos de outras religiões, não nos ensina a fazer isso com violência.

 

No Evangelho de Jesus muito claramente se ensina que os Cristãos não devem lutar por sua religião. Os Apóstolos de Jesus ensinaram o mesmo:

 

Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra... amai vossos inimigos (Mateus 5:39, 44)

 

Embainha tua espada, porque todos aqueles que usarem da espada, pela espada morrerão.(Mateus 26:52)

 

Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. (Efésios 6:12)

 

No Islamismo encontramos atitudes terroristas de vários grupos radicais islâmicos que imprimem a violência como forma de conversão e são capazes dos atos mais bárbaros apoiados em suas convicções de fé. Basta a qualquer momento darmos um giro nos noticiários das mais corriqueiras fontes de informação no mundo e encontramos facilmente a palavra Islamismo associada com terrorismo, morte, homem-bomba crianças-bomba e coisas do gênero. Vejamos á seguir algumas noticias e suas referidas fontes:

 

Quem não orar será decapitado!

 

Todos os habitantes de uma cidade do Sul da Somália que não fizerem as suas cinco orações diárias, como manda o Islã, serão decapitados, disse à Associated Press o sheik Hussein Barre Rage, porta-voz dos Tribunais Islâmico naquela região. Todas as lojas e casas de chá têm que fechar à hora das orações e ninguém será autorizado a circular na via pública.

FONTE:http://maquinazero.wordpress.com/2006/12/09/noticias-frescas-da-religiao-da-paz-quem-nao-rezar-cinco-vezes-por-dia-e-decapitado/

 

 

 

Cerca de 700 pessoas morreram no norte do país africano

 

A polícia da Nigéria está investigando como uma seita islâmica local conseguiu deflagrar, na semana passada, uma onda de violência durante a qual mais de 700 pessoas morreram no norte do país africano, disse nesta segunda-feira um porta-voz da corporação.

 

FONTE: http://www.bemparana.com.br/index.php?n=116523&t=seita-islamica-provoca-matanca-na-nigeria

 

 

 

 

Decapitando jovens cristãs

 

Na Indonésia, os muçulmanos de Sulawesi encontraram uma nova forma de festejar o fim do Ramadão, decapitando jovens cristãs. Perante o silêncio e a indiferença geral.

 

FONTE: http://maquinazero.wordpress.com/2006/11/10/festejando-o-fim-do-ramadao-na-indonesia/

 

 

Mulheres-bomba matam ao menos 64 no Iraque

 

Ao menos 64 pessoas morreram e 107 ficaram feridas nesta sexta-feira devido a duas explosões de mulheres suicidas em mercados de animais de Bagdá. Foi o pior atentado na capital do Iraque desde 18 de abril de 2007, quando um carro-bomba explodiu matando 116 pessoas. Na primeira ação, uma mulher se explodiu no mercado de animais de Ghazil, no centro de Bagdá, provocando a morte de ao menos 46 pessoas e deixando 82 feridas, de acordo com a polícia. Os explosivos estariam sob o tradicional roupão islâmico preto. Segundo uma testemunha, a mulher entrou no mercado dizendo que tinha pássaros para vender. As pessoas teriam se aproximado e ela apresentou a bomba sob sua roupa. Depois de 20 minutos da primeira explosão, uma segunda mulher se explodiu em um mercado de pássaros na região sudeste de Bagdá. Ao menos 18 pessoas morreram e 25 ficaram feridas, de acordo com a polícia.

 

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u368974.shtml

 

 

Como poderia um cristão apoiar uma religião que inspira seus seguidores a tomarem atitudes estremas e cruéis chegando ao ponto de treinarem crianças para explodirem contra seus inimigos?

 

Embora não conheçamos no mais profundo o Islamismo, sabemos o suficiente para entender que estas não são praticas cristãs. Não são ensinamentos apoiados por Cristo. Não é possível aceitar que crianças sejam treinadas para matar, mães sejam forçadas a explodir por sua fé e vidas sejam ceifadas em nome de uma doutrina.
Não posso afirmar que todo este terrorismo praticado por grupos extremistas sejam em total apoiados pelos lideres Islâmicos, mas o fato é que eles ocorrem com freqüência, na maioria das vezes causados e embasados em diferenças religiosas. Claro que existem outros pivôs nesta guerra de terror mas a religião e os ensinamentos só parecem encorajar tais atos.

 
 
Podemos então concluir que o Islamismo é um outro seguimento que reverencia outro deus uma outra fé que em muito difere do que nos foi exposto na Bíblia. O que a Bíblia nos ensina em relação a tais cultos?
 

“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema” (Galatas. 1:8)

 
Em resumo, podemos afirmar que o papa da Igreja Católica aparece beijando e reverenciando publicamente um livro que:

 

1. Prega que os cristãos são idólatras e que os idólatras tem que ser exterminados por eles, incentivando a violência e o ódio contra os não muçulmanos, cristãos e judeus - "... Matai os idolatras onde quer que os encontreis..." (Sura 9:5).

 

2. Prega que Jesus NÃO era o Cristo; que ele NÃO morreu crucificado (mas Judas morreu em seu lugar!); que ele NÃO ressuscitou ao terceiro dia; que ele NÃO é Deus e que ele NÃO é o nosso Salvador!

 

3. Prega um "paraíso islâmico" onde existem prazeres puramente sexuais com sete virgens para um só homem que ao manterem relações sexuais voltam a serem virgens novamente. Curiosamente só existem promessas deste tipo para os homens!

 

4. Despreza a salvação mediante a fé em Cristo Jesus e prega a salvação por obras.

 

E é este o tipo de livro que o papa João Paulo II aparece beijando e reverenciando - um livro que manda matar os cristãos, que chama os mesmos de idólatras e que é uma total BLASFÊMIA contra a obra de Cristo!

 

 

(PAPA JOÃO PAULO II BEIJANDO PUBLICAMENTE O ALCORÃO, LIVRO QUE MANDA EXTERMINAR OS CRISTÃOS)

 

 

----------------------------------------------------------------------------

Por: Pastor Samuel Yakov / Lucas Banzoli.

       

Clicando em ENVIAR CARTA, no menu esquerdo, você pode comentar, criticar ou debater sobre o assunto com o autor do site.

 

 

Curta no Facebook para estar por dentro das atualizações: