Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe esta Página


A REENCARNAÇÃO ESTÁ NA BÍBLIA?
A REENCARNAÇÃO ESTÁ NA BÍBLIA?

A REENCARNAÇÃO ESTÁ NA BÍBLIA?

.

Oiiii Lucas.
Vou te provar bíblicamente sobre a reencarnação, ahh! Antes disse! Sobre este argumento que você não entendeu sobre: o homem morre só uma vez. S. Paulo, em Hebreus 9, 27, mas antes devemos saber que é retirado de parte da carta enviada aos hebreus, onde ele tenta mostrar que o sangue oferecido nos sacrifícios não pode apagar nossos pecados e que Cristo ao dar seu sangue, na cruz, pagou os nossos vários pecados. Aí completa: “Como está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo, assim Cristo se ofereceu uma só vez para tomar sobre si os pecados da multidão, e aparecerá uma segunda vez, não, porém, em razão do pecado, mas para trazer a salvação àqueles que o esperam".

Devemos sempre ter em mente que na Bíblia não consta tudo e nem toda a ciência ali está, o próprio Jesus disse: que tinha muitas coisas para dizer, mas como os apóstolos ainda não eram capazes de compreender, não iria dizer.

Por outro lado, não devemos tomar como leis as opiniões pessoais dos apóstolos, pois seus pensamentos representam sempre o contexto cultural da época em que viveram.

Dito isto, vamos verificar que se realmente fosse dado ao homem morrer uma só vez, as ressurreições constantes do Evangelho (Mateus 9, 18-26; Lucas 7, 11-17 e João 11, 1-44, da filha de Jairo, do filho da viúva de Naim e de Lázaro, respectivamente) seriam uma contradição perante esta Lei, pois, nestes casos, estas pessoas que voltaram à vida tiveram duas mortes, ou não?

Ainda mais, se logo em seguida vem o julgamento. Não vemos nenhum sentido no juízo final (pensamento deles), pois seríamos julgados duas vezes. Se realmente houvesse dois julga-mentos estaríamos diante de uma aberração da justiça divina, pois valeria dizer que um não foi perfeito, o que equivaleria afirmar que Deus não agiu com perfeição, o que é um absurdo. Na hipótese do espírito ser condenado ao “fogo eterno” no primeiro julgamento, seria possível que, no segundo julgamento, ele fosse ab-solvido, ora se isto acontecer fica evidente que ele foi condenado injustamente. Vemos nisto só incoerência, assim não podemos, seguindo a linha de raciocínio deles, aceitar os dois julgamentos.

Por outro lado, na nossa percepção do texto, partindo para a essência, podemos afirmar que Paulo tem a mais completa razão, ou seja, neste corpo que ora habitamos morremos mesmo uma só vez e o julgamento de nossos atos será realizado em seguida, e ainda mais, teremos sempre um novo julgamento após cada desencarne.

Como já dissemos pegam os textos conforme suas conveniências, muitos dos quais se mostram incoerentes com outras passagens do Evangelho.

Vejamos por exemplo: “Porque sabemos que, quando for dissolvido este corpo, nossa habitação aqui na terra, receberemos de Deus uma habitação, uma moradia eterna nos céus, que não é feita pela mão humana. Por isso é que suspiramos nesta nossa situação, ansiosos por revestir-nos do nosso corpo celeste: sob a condição, porém, de sermos encontrados ainda vestidos e não despidos".(2 Coríntios 5, 1-3).

Esse texto é do mesmo Paulo que foi citado como base contra a reencarnação, entretanto ele é frontalmente contra a tese da ressurreição da carne, um de seus principais dogmas. Aqui ele mostra que temos um corpo celeste e é ele que teremos após nossa morte. Quanto ao corpo físico, este será dissolvido.

Agora nós é que procuraremos demonstrar o contrário, ou seja, que a reencarnação fazia parte da cultura do povo hebreu e, principalmente dos ensinos de Jesus.

Teremos para isto que buscar algumas passagens do Novo Testamento que irão nos dar elementos de convicção(http://www.espirito.org.br/portal/artigos/benedito/joao-batista.h tml).... Agora vamos para outra: Quem és tu? Disse João Batista: Eu não sou o Cristo. E perguntaram-lhe: Então quem és? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não. Disseram pois. Quem és? Para que demos respostas àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo? Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.".

A resposta de João suscita algumas dúvidas: Por que ele negou ser Elias, porém afirmou ser o Precursor, embora Jesus tenha afirmado que Elias viria primeiro para restaurar todas as coisas, ou seja, Elias viria como o precursor.(Mateus, 17:10 a 13).

Em conclusão, podemos raciocinar com três hipóteses: 1ª- João pôr questão de humildade não quis afirmar ser Elias, pôr sinal a mesma virtude demonstrada quando inicialmente recusou batizar Jesus, dizendo não ser digno, sequer, de carregar as alparcas do Mestre (Mateus, 3:11) e que Jesus é quem deveria batizá-lo (Mateus, 3:14); 2ª- Esquecimento do passado: Encontramos em o livro "O Evangelho segundo o Espiritismo", de Allan Kardec, item 11, Cap. V: "Havendo Deus entendido de lançar um véu sobre o passado, é que há nisso vantagem. Com efeito, a lembrança traria gravíssimo inconveniente. Poderia, em certos casos, humilhar-nos singularmente, ou então, exaltar-nos o orgulho e, assim, entravar o nosso livre-arbítrio. Em todas as circunstâncias, acarretaria inevitável perturbação nas relações sociais.

Freqüentemente , o Espírito renasce no mesmo meio em que já viveu, estabelecendo de novo relações com as mesmas pessoas, a fim de reparar o mal que lhes haja feito. Se reconhecesse nelas as a quem odiara, quiçá o ódio se lhe despertaria outra vez no íntimo. De todo modo, ele se sentiria humilhado em presença daquelas a quem houvesse ofendido. Para nos melhorarmos, outorgou-nos Deus, precisamente, o de que necessitamos e nos basta; a voz da consciência e as tendências instintivas. Priva-nos do que nos seria prejudicial."

Ao reencarnar, João Batista veio cumprir sublime missão, "a de preparar os caminhos do Senhor" em função de sua elevada evolução espiritual, tendo isso sido realçado pôr Jesus em Mateus (11:11): Em verdade vos digo que, entre os que de mulher tem nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista, mas aquele que é menor no reino dos céus é maior do que ele.".

Até mesmo Jesus disse que veio Elias mas ninguém reconheceram só os discipulos que reconheceram, certo?

Era evidente que Jesus estava se referindo a vida passada de João, quando foi Elias e que também veio desempenhar nobre missão e extrapolou seus direitos, ao vencer a aposta diante do Rei Acabe, no Monte Carmelo, provando que o Deus que libertou o povo Hebreu do jugo dos Egípcios, tendo como líder Moisés, o Deus único e verdadeiro, era mais poderoso que o Deus Baal, cujos adeptos em torno de 450 não conseguiram que este projetasse do céu, fogo para queimar a sua fogueira e o boi que estava assentado sobre a mesma cortado em pedaços, apesar dos insistentes apelos que fizeram. Na vez de Elias, o profeta do Senhor, após fervorosa súplica feita ao seu Deus, de imediato o fogo vindo como um raio queimou a sua fogueira e o seu boi. Ao vencer a aposta, Elias, não usando de clemência, exigiu junto ao Rei Acabe que os profetas de Baal fossem mortos, decapitando-os na torrente de Cison, conforme consta no Livro III Reis, (18:19 a 40).

João Batista, pôr essa infração ao 5o Mandamento da Lei de Deus que recomenda não matar, voltou para resgatar nas mesmas circunstâncias em que matou, sendo, portanto, decapitado, após solicitação de Salomé e sua mãe ao Rei Herodes (Hebreus, 14:3 a 11)

Ainda com referência ao esquecimento do passado, João Batista evidenciou que no seu caso, este foi parcial, tendo consciência, apenas intuitivamente, da missão que vinha desempenhar como precursor, porém o restante de sua vida como Elias ficou esquecido pelas razões referidas no livro "O Evangelho Segundo o Espiritismo";

ª- Ressurreição. Encontramos ainda no livro "O Evangelho Segundo o Espiritismo", de Allan Kardec, Cap. IV, item 4, uma referência aos dogmas dos Judeus: "...criam eles que um homem que vivera podia reviver, sem saberem precisamente de que maneira o fato poderia dar-se. Designavam pelo termo ressurreição o que o Espiritismo, mais judiciosamente, chama reencarnação. Com efeito, a ressurreição dá idéia de voltar à vida o corpo que já está morto, o que a ciência demonstra ser materialmente impossível, sobretudo quando os elementos desse corpo já se acham desde de muito tempo dispersos e absorvidos.(...) João, pois, podia ser Elias reencarnado, porém, não ressuscitado."

Eis porque o corpo de João Batista não podia ser o de Elias e daí a resposta de João Batista negando ser Elias. Porém, como afirmou o Anjo Gabriel, era o Espírito e virtude de Elias.
Nós somos deuses com d minusculo e filho do Altissimo(Salmos 82:6) (João 10:34 )... Eu posso te mostrar muitas provas da ressurreição mas é muito...
Tchau! Amor e Paz e Luz a você. (Anônimo, São Paulo – 01/01/2011)

Resposta - MEU CARO, VOU TRANSCREVER PARTES DO SEU TEXTO E COLOCAR A MINHA REFUTAÇÃO EM SEGUIDA, OK? VAMOS LÁ:
.
“Devemos sempre ter em mente que na Bíblia não consta tudo e nem toda a ciência ali está, o próprio Jesus disse: que tinha muitas coisas para dizer, mas como os apóstolos ainda não eram capazes de compreender, não iria dizer.”
.
É ÓBVIO QUE NÃO ESTÁ ABSOLUTAMENTE TUDO NA BÍBLIA... TAMBÉM NÃO ESTÁ NA BÍBLIA O ATENTADO DO WORLD TRADE CENTER, NEM ESTÁ ESCRITO QUE O FLUMINENSE SERIA CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2010, NEM O NOME DA SOGRA DE PEDRO, NEM O NOME DOS OITO REIS DO APOCALIPSE, NEM INFINITAS COISAS QUE, REALMENTE, SE FÔSSEMOS COLOCAR ABSOLUTAMENTE TUDO NA BÍBLIA NEM TODOS OS LIVROS DO MUNDO PODERIAM SER CAPAZ DE SUPORTÁ-LOS. É POR ISSO QUE JOÃO AFIRMOU:
.
“Se cada uma delas fosse escrita, penso que nem mesmo no mundo inteiro haveria espaço suficiente para os livros que seriam escritos” (Jo.21:25)
.
SE NÃO HAVERIA ESPAÇO NEM PARA O MUNDO INTEIRO ENTÃO TAMBÉM NÃO CABERIA DENTRO DA TRADIÇÃO CATÓLICA, OU DO ALLAN KARDEC, OU DE QUALQUER OUTRA TRADIÇÃO HUMANA. O QUE É, ENTÃO, QUE CONSTA NA PALAVRA DE DEUS? TUDO AQUILO QUE NOS É SUFICIENTE PARA A SALVAÇÃO, TUDO AQUILO QUE FEZ O HOMEM DE DEUS APTO PARA TODA E QUALQUER BOA OBRA, TODAS AS DOUTRINAS MAIS IMPORTANTES E REALMENTE NECESSÁRIAS PARA A NOSSA SALVAÇÃO E SANTIFICAÇÃO PESSOAL. SERÁ QUE OS APÓSTOLOS DEIXARIAM DE MENCIONAR ALGUMA DOUTRINA TÃO IMPORTANTE, COMO SERIA A REENCARNAÇÃO?
.
O QUE FOI QUE DEUS “SE ESQUECEU” DE COLOCAR NA BÍBLIA, MAS UM SUJEITO CHAMADO “HIPPOLYTE LÉON DENIZARD RIVAIL”, DE PSEUDÔNIMO “ALLAN KARDEC”, SE LEMBROU MAIS DE 1800 ANOS DEPOIS DA ERA APOSTÓLICA??? MEU CARO, A PALAVRA DE DEUS (SAGRADA ESCRITURA) CONTÉM TUDO AQUILO QUE É SUFICIENTE E TODAS AS DOUTRINAS QUE REALMENTE SÃO IMPORTANTES E, POR ISSO, SELECIONADAS. É POR ISSO QUE O MESMO APÓSTOLO JOÃO NO MESMO LIVRO CITADO POR VOCÊ (QUE VOCÊ PROPOSITALMENTE FEZ QUESTÃO DE NÃO MENCIONÁ-LO), CONCLUIU DIZENDO:
.
“Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome” (Jo.20:31)
.
OU SEJA, OS APÓSTOLOS SELECIONARAM AQUILO QUE É REALMENTE IMPORTANTE, PARA QUE CREIAMOS NO FILHO DE DEUS E TENHAMOS VIDA EM SEU NOME. O QUE PASSA DISSO PODE SER OBJETIVAMENTE ASSINALADO COMO FAZENDO PARTE DAS “DOUTRINAS ESTRANHAS” (Hb.13:9) QUE FORAM “ESQUECIDAS” DE SEREM MENCIONADAS NA BÍBLIA, MAS O DIABO, UM INIMIGO ASTUTO E SAGAZ (Ef.6:11), IMPLANTOU DENTRO DA IGREJA A FIM DE DISVIRTUAR DO CRISTIANISMO “PURO E SINCERO” (2Co.11:2-4) DA IGREJA PRIMITIVA. AFINAL, O PRÓPRIO PAULO NOS ADMOESTA A “NÃO IR ALÉM DAQUILO QUE ESTÁ ESCRITO” (1Co.4:6), E LUCAS ELOGIA OS BEREANOS POR PROCURAREM NAS ESCRITURAS A FIM DE CONFIRMAREM OS ENSINAMENTOS DE PAULO (At.17:11).
.
POR QUÊ? PORQUE TODA DOUTRINA TEOLOGICA IMPORTANTE DEVE TER FUNDAMENTO ESCRITURÍSTICO, QUERENDO OU NÃO, GOSTANDO OU NÃO. PORTANTO, CREIO QUE QUE A ALEGAÇÃO INFUNDAMENTADA DE QUE HAVIA COISAS QUE OS APÓSTOLOS NÃO ESCREVERAM NÃO SIRVA NEM UM POUQUINHO COMO ALGUM TIPO DE BASE PARA A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO OU QUALQUER OUTRA DOUTRINA. TUDO ISSO TEM POR BASE, NÃO A SAGRADA ESCRITURA, MAS O PURO ACHISMO EM ACREDITAR QUE AQUILO QUE OS APÓSTOLOS NÃO DEIXARAM POR ESCRITO TEM RELAÇÃO EXATAMENTE COM AS DOUTRINAS HEREGES QUE ALGUMAS SEITAS OU RELIGIÕES PREGAM ADULTERANDO A BÍBLIA.
.
VOCÊ DISSE:
“Por outro lado, não devemos tomar como leis as opiniões pessoais dos apóstolos, pois seus pensamentos representam sempre o contexto cultural da época em que viveram”
.
BOM, SE NÓS NÃO DEVEMOS CONSIDERAR A OPINIÃO DOS APÓSTOLOS, ENTÃO TEREMOS QUE REJEITAR TODO O NOVO TESTAMENTO POR SER APÓCRIFO OU PORQUE OS APÓSTOLOS ESTAVAM SUJEITOS A DETURPAR ALGUMA COISA. LOGO, EU NÃO TERIA RAZÕES PARA ACREDITAR EM ALGO QUE PUDESSE TER SIDO ADULTERADO. SE EU CREIO NO NOVO TESTAMENTO, É PORQUE EU CREIO NA LEGITIMIDADE DO TESTEMUNHO APOSTÓLICO. ESSA “TÁTICA” DE DESPREZAR A BÍBLIA PARA VALORIZAR OS ENSINOS DE ALLAN KARDEC PODE SE ENCONTRAR NO ESPIRITISMO, MAS NÃO NO CRISTIANISMO. ME DESCULPE.
.
A BÍBLIA É COMPROVADAMENTE VERÍDICA E AUTÊNTICA EM SEU TODO:
.
(VER TÓPICOS DO SITE SOBRE A VERACIDADE BÍBLICA NO MENU À ESQUERDA)

.
VOCÊ DISSE:
“Ainda mais, se logo em seguida vem o julgamento. Não vemos nenhum sentido no juízo final (pensamento deles), pois seríamos julgados duas vezes. Se realmente houvesse dois julga-mentos estaríamos diante de uma aberração da justiça divina, pois valeria dizer que um não foi perfeito, o que equivaleria afirmar que Deus não agiu com perfeição, o que é um absurdo. Na hipótese do espírito ser condenado ao “fogo eterno” no primeiro julgamento, seria possível que, no segundo julgamento, ele fosse ab-solvido, ora se isto acontecer fica evidente que ele foi condenado injustamente. Vemos nisto só incoerência, assim não podemos, seguindo a linha de raciocínio deles, aceitar os dois julgamentos”
.
MAS QUANDO FOI QUE EU DISSE QUE HAVERÁ DOIS JULGAMENTOS???
.
EU NUNCA DISSE EM LUGAR NENHUM ESSA COISA DE “DOIS JULGAMENTOS”. ESSA DOUTRINA HERÉTICA NÃO SE ENCONTRA NA BÍBLIA, ASSIM COMO TAMBÉM NÃO SE ENCONTRA O MITO DA REENCARNAÇÃO. ENTÃO, COMO ENTENDER AQUILO QUE O AUTOR DE HEBREUS EXPLICA DIZENDO QUE LOGO APÓS A MORTE VEM O JUÍZO (Hb.9:27), SE BIBLICAMENTE FALANDO ESTE JUÍZO SÓ VEM A OCORRER NA SEGUNDA VINDA DE CRISTO QUE É QUANDO SE DÁ A RESSURREIÇÃO DENTRE OS MORTOS (1Co.15:22,23; 2Tm.4:1)? ISSO É MUITO, MUITO SIMPLES. O FATO É QUE NÃO EXISTE TEMPO ENTRE A MORTE E A RESSURREIÇÃO DO “ÚLTIMO DIA” (Jo.6:39,40).
.
O TEMPO PARA DE CONTAR PARA QUEM MORRE, DE MODO QUE O INTERVALO DE TEMPO ENTRE A MORTE E A RESSURREIÇÃO, PARA QUEM MORREU, NÃO PASSA DE “UM PISCAR DE OLHOS” (1Co.15:52), PARA O RESSUSCITADO, MESMO QUE TENHA PASSADO ALGUNS MILHARES DE ANOS NO CHRONOS ENTRE ESSE TEMPO. POR ISSO, APÓS A MORTE VEM O JUÍZO (Hb.9:27), QUE SÓ ACONTECE NA RESSURREIÇÃO (1Co.15:22,23; 2Tm.4:1). ISSO ANULA COM ALGUMAS DAS VÁRIAS DOUTRINAS ANTIBIBLICAS COM RELAÇÃO À VIDA APÓS A MORTE TAIS COMO: O “ESTADO INTERMEDIÁRIO DAS ALMAS”, OU A REENCARNAÇÃO. POIS AMBOS PARTILHAM DO MESMO FUNDAMENTO: DE QUE O HOMEM NÃO MORRE JAMAIS, OU SEJA, DA MENTIRA PROPAGADA PELA SERPENTE NO JARDIM: “CERTAMENTE QUE NÃO MORRERÁS” (Gn.3:4).
.
NESSE CASO, SE EXISTISSE ALGUM “ESTADO INTERMEDIÁRIO” EXISTENTE ENTRE A MORTE E A RESSURREIÇÃO, ENTÃO OS MORTOS JÁ TERIAM SIDO JULGADOS, O QUE CONTRARIA A BÍBLIA QUE AFIRMA QUE ESTE JULGAMENTO NÃO OCORREU AINDA (2Tm.4:1; At.7:31; 1Pe.4:5). QUANTO A SEGUNDA HIPÓTESE, ELA É CLARAMENTE NEGADA PELO FATO DE QUE SUCESSIVOS PROCESSOS DE REENCARNAÇÃO ANULAM A EXPIAÇÃO SALVÍTICA DE CRISTO E IMPUGNA O CARÁTER DO JUÍZO DE DEUS REVELADO A NÓS PELA BÍBLIA, POIS O HOMEM NUNCA SERIA JULGADO PARA A VIDA OU A CONDENAÇÃO (Jo.5:28,29), UMA VEZ QUE ESTARIA SUCESSIVAMENTE REENCARNANDO INÚMERAS VEZES. TODO O CONCEITO BÍBLICO SOBRE JUÍZO E RESSURREIÇÃO SERIA EXCLUÍDO PARA DAR LUGAR A REENCARNAÇÃO. É ÓBVIO QUE ISSO É ALGO CONDENÁVEL, PELO MENOS NA VISÃO DA BÍBLIA SAGRADA, EMBORA O HIPPOLYTE LÉON DENIZARD RIVAIL DISCORDE INSISTENTEMENTE DELA.
.
VOCÊ DISSE:
“Esse texto é do mesmo Paulo que foi citado como base contra a reencarnação, entretanto ele é frontalmente contra a tese da ressurreição da carne, um de seus principais dogmas. Aqui ele mostra que temos um corpo celeste e é ele que teremos após nossa morte. Quanto ao corpo físico, este será dissolvido”
.
ME DESCULPE, MAS ESSA INTERPRETAÇÃO ESTÁ COMPLETAMENTE EQUIVOCADA. O TEXTO NÃO FALA QUE O NOSSO PRÓPRIO CORPO É CELESTE, MAS SIM QUE NÓS IREMOS PARA UMA “CASA ETERNA NOS CÉUS” (2Co.5:1), ISTO É, UMA HABITAÇÃO CELESTIAL. VEJAMOS TODO O CONTEXTO EM QUE O TEXTO SE APLICA:
.
2 CORÍNTIOS 5
1 Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna no céu, não construída por mãos humanas.
2 Enquanto isso, gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação celestial,
3 porque, estando vestidos, não seremos encontrados nus.
4 Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida.
.
VEJA QUE O REVESTIMENTO DA MORADIA CELESTIAL NÃO SE DÁ QUANDO PAULO ESTIVESSE SUPOSTAMENTE EM UM ESTADO “INCORPÓREO” (COMO PREGAM OS ESPÍRITAS E OS CATÓLICOS), MAS SIM QUANDO ELE SE ACHASSE VESTIDO DE UM CORPO E NÃO DESPIDO (v.3). ELE NÃO ESTARIA SE ACHANDO “DESPIDO” [INCORPÓREO], MAS SIM REVESTIDO (v.4). ORA, QUANDO É QUE NÓS SEREMOS REVESTIDOS? A RESPOSTA SE ENCONTRA NA RESSURREIÇÃO DOS MORTOS, QUANDO GANHAREMOS NOVAMENTE UM CORPO (RESSURRETO E GLORIFICADO) E SEREMOS JULGADOS PARA FAZER PARTE DA JERUSALÉM CELESTIAL. PORTANTO, O TEXTO NÃO PREGA EM NADA A REENCARNAÇÃO, AO CONTRÁRIO, DESMENTE ABSOLUTAMENTE ELA E NOS MOSTRA QUE SÓ ENTRAMOS NO PARAÍSO QUANDO ESTIVERMOS EM UM ESTADO DE REVESTIMENTO CORPORAL, E NÃO “SE ENCONTRANDO NUS” (2Co.5:3,4). SABEMOS QUE ISSO OCORRE NA RESSURREIÇÃO (Jo.5:28,29; Jo.6:39,40; 1Co.15:22,23; 1Co.15:51-54).
.
VOCÊ DISSE:
“Em conclusão, podemos raciocinar com três hipóteses: 1ª- João pôr questão de humildade não quis afirmar ser Elias, pôr sinal a mesma virtude demonstrada quando inicialmente recusou batizar Jesus, dizendo não ser digno, sequer, de carregar as alparcas do Mestre (Mateus, 3:11) e que Jesus é quem deveria batizá-lo (Mateus, 3:14); 2ª- Esquecimento do passado: Encontramos em o livro "O Evangelho segundo o Espiritismo", de Allan Kardec, item 11, Cap. V: "Havendo Deus entendido de lançar um véu sobre o passado, é que há nisso vantagem. Com efeito, a lembrança traria gravíssimo inconveniente. Poderia, em certos casos, humilhar-nos singularmente, ou então, exaltar-nos o orgulho e, assim, entravar o nosso livre-arbítrio. Em todas as circunstâncias, acarretaria inevitável perturbação nas relações sociais”
.
MEU CARO, ELIAS ERA UMA FIGURA PROFÉTICA DO PRECURSOR DE CRISTO QUE ESTARIA POR VIR E QUE SE ENCAIXA EM JOÃO BATISTA. ELE NÃO É LITERALMENTE ELIAS, MAS SIM O CUMPRIMENTO DA FIGURA PROFÉTICA DELE. A BÍBLIA ESTÁ REPLETA DE EXEMPLOS DE FIGURAS PROFÉTICOS. A LEI É “UMA SOMBRA DAS COISAS QUE HÃO DE VIR” (Hb.10:1), E JESUS CRISTO É O “CORDEIRO DE DEUS” (Jo.1:36) QUE “TIRA OS PECADOS DO MUNDO” (1Jo.2:2), PELO FATO DE QUE ERA NELE QUE SE CUMPRIA A FIGURA PROFÉTICA DOS CORDEIROS SACRIFICADOS PARA EXPIAR OS PECADOS DO POVO ISRAELITA.
.
EU PODERIA PASSAR O DIA TODO AQUI RECITANDO PASSAGENS BÍBLICAS PROFETAS, MOSTRANDO-LHE QUE O NOVO TESTAMENTO CUMPRE AS PREDIÇÕES E FIGURAS PROFÉTICAS DO ANTIGO, NO QUAL O PRÓPRIO JOÃO BATISTA ERA UMA FIGURA PROFÉTICA DE ALIAS, E NÃO UMA REENCARNAÇÃO DESTE. PROVA DESTE FATO ENCONTRA-SE QUANDO O PRÓPRIO JOÃO BATISTA NEGA CATEGORICAMENTE QUE FOSSE O PRÓPRIO ELIAS EM PESSOA:
.
“E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu o profeta? E respondeu: Não” (Jo.1:21)
.
QUANTO AS SUAS “POSSIBILIDADES” PARA NEGAR ESTE FATO, AS DUAS ALTERNATIVAS SÃO AMPLAMENTE FALHAS E COMPROVADAMENTE FALSAS. VEJA, AMIGO, QUE SE JOÃO BATISTA NEGASSE QUE FOSSE ELIAS APENAS POR HUMILDADE, ENTÃO ELE PODERIA SER HUMILDE, MAS SERIA TAMBÉM UM MENTIROSO. EM SEGUNDO LUGAR, AINDA QUE ELE “NÃO SE LEMBRASSE” DAS VIDAS PASSADAS, TEMOS QUE LEMBRAR QUE JOÃO ERA PROFETA (Mt.11:13), E QUE PODERIA TER UMA REVELAÇÃO DIVINA CASO FOSSE REALMENTE ELIAS EM PESSOA E REENCARNADO.
.
PEDRO, POR EXEMPLO, TEVE UMA GRANDE REVELAÇÃO DIVINA REVELADA A ELE EM MATEUS 16:17. POR QUE, ENTÃO, O MESMO NÃO ACONTECERIA COM JOÃO BATISTA? POR QUE ELE NÃO TERIA A “REVELAÇÃO” DE QUE ERA ELIAS, PARA NÃO COMETER ALGUM TIPO DE “ERRO GROSSEIRO” SOMENTE PARA ENGANAR OS ESPÍRITAS DO SÉCULO XXI? NÃO FAZ SENSO. ADEMAIS, CREMOS QUE A ESCRITURA SAGRADA É, COMO PAULO BEM DISSE, “DIVINAMENTE INSPIRADA” (2Tm.3:16), E, PORTANTO, INFALÍVEL. ELA NÃO PODERIA CONTER UM ERRO TÃO GROSSEIRO, GRITANTE E ABSURDO DESTE TIPO EM CASO QUE JOÃO BATISTA FOSSE REALMENTE O ELIAS REENCARNADO.
.
E O PRÓPRIO APÓSTOLO JOÃO (AUTOR DO EVANGELHO) NÃO IRIA REDIGIR ALGUMA MENTIRA DESSAS EM SEU LIVRO; AO CONTRÁRIO, ELE TERIA FEITO DE TUDO PARA EVITAR AO MÁXIMO UMA NEGAÇÃO MENTIROSA DESSAS, OU ENTÃO TERIA SIMPLESMENTE OMITIDO O FATO OU DITO QUE JOÃO ERA REALMENTE O ELIAS EM PESSOA. É ÓBVIO QUE ISSO NÃO ACONTECE SIMPLESMENTE PELO FATO DE QUE, REALMENTE, JOÃO BATISTA NÃO ERA O ELIAS REENCARNADO, MAS SIMPLESMENTE UMA FIGURA PROFÉTICA QUE SE CUMPRIA NELE.
.
VOCÊ DISSE:
“Era evidente que Jesus estava se referindo a vida passada de João, quando foi Elias e que também veio desempenhar nobre missão e extrapolou seus direitos, ao vencer a aposta diante do Rei Acabe, no Monte Carmelo, provando que o Deus que libertou o povo Hebreu do jugo dos Egípcios, tendo como líder Moisés, o Deus único e verdadeiro, era mais poderoso que o Deus Baal, cujos adeptos em torno de 450 não conseguiram que este projetasse do céu, fogo para queimar a sua fogueira e o boi que estava assentado sobre a mesma cortado em pedaços, apesar dos insistentes apelos que fizeram. Na vez de Elias, o profeta do Senhor, após fervorosa súplica feita ao seu Deus, de imediato o fogo vindo como um raio queimou a sua fogueira e o seu boi. Ao vencer a aposta, Elias, não usando de clemência, exigiu junto ao Rei Acabe que os profetas de Baal fossem mortos, decapitando-os na torrente de Cison, conforme consta no Livro III Reis, (18:19 a 40).”
.
MEU CARO, ISSO AÍ DE CIMA NÃO TEM RELAÇÃO COM AQUILO QUE ACONTECEU COM ELIAS, MAS SIM COM AQUILO QUE ACONTECEU COM O PRÓPRIO JOÃO BATISTA:
.
MARCOS 6
16 Herodes, porém, ouvindo isto, disse: Este é João, que mandei degolar; ressuscitou dentre os mortos.
17 Porquanto o mesmo Herodes mandara prender a João, e encerrá-lo maniatado no cárcere, por causa de Herodias, mulher de Filipe, seu irmão, porquanto tinha casado com ela.
18 Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.
19 E Herodias o espiava, e queria matá-lo, mas não podia.
20 Porque Herodes temia a João, sabendo que era homem justo e santo; e guardava-o com segurança, e fazia muitas coisas, atendendo-o, e de boa mente o ouvia.
21 E, chegando uma ocasião favorável em que Herodes, no dia dos seus anos, dava uma ceia aos grandes, e tribunos, e príncipes da Galiléia,
22 Entrou a filha da mesma Herodias, e dançou, e agradou a Herodes e aos que estavam com ele à mesa. Disse então o rei à menina: Pede-me o que quiseres, e eu to darei.
23 E jurou-lhe, dizendo: Tudo o que me pedires te darei, até metade do meu reino.
24 E, saindo ela, perguntou a sua mãe: Que pedirei? E ela disse: A cabeça de João o Batista.
25 E, entrando logo, apressadamente, pediu ao rei, dizendo: Quero que imediatamente me dês num prato a cabeça de João o Batista.
26 E o rei entristeceu-se muito; todavia, por causa do juramento e dos que estavam com ele à mesa, não lha quis negar.
27 E, enviando logo o rei o executor, mandou que lhe trouxessem ali a cabeça de João. E ele foi, e degolou-o na prisão;
28 E trouxe a cabeça num prato, e deu-a à menina, e a menina a deu a sua mãe.
29 E os seus discípulos, tendo ouvido isto, foram, tomaram o seu corpo, e o puseram num sepulcro.
.
VEJA QUE ISSO ACONTECEU ANTES DA SUBIDA DE CRISTO COM TRÊS DE SEUS DISCÍPULOS NO MONTE DA TRANSFIGURAÇÃO, QUE SE ENCONTRA NO CAPÍTULO NOVE DO EVANGELHO DE MARCOS, OU SEJA, TRÊS CAPÍTULOS DEPOIS DA REFERÊNCIA DA MORTE DE JOÃO BATISTA REGISTRADA NO CAPÍTULO 6 DO MESMO EVANGELHO.
.
A ESPERANÇA BÍBLIA, EM SEU TODO, NÃO TEM POR BASE A REENCARNAÇÃO, MAS SIM A RESSURREIÇÃO DENTRE OS MORTOS (NEGADA PELOS ESPÍRITAS):
.
“Ora, Deus, que também ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará a nós pelo seu poder” (1 Coríntios 6:14)
.
“Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor” (1 Coríntios 15:43)
.
“Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco” (2 Coríntios 4:14)
.
“Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele” (Oséias 6:2)
.
“Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos” (Isaías 16:29)
.
“Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1 Coríntios 15:52)
.
“E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno” (Daniel 12:2)
.
“E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação” (João 5:29)
.
“E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia” (Jo.6:39,40)
.
FIQUE NA GRAÇA DO SENHOR JESUS, E ESPERO COM GRANDE SINCERIDADE E ESPERANÇA QUE COMPREENDA QUE A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO NÃO TEM FUNDAMENTO ESCRITURÍSTICO, E PASSE A ACREDITAR DE VERDADE QUE CHEGARÁ O DIA EM QUE “TODOS OS QUE ESTÃO NOS SEPULCROS OUVIRÃO A SUA VOZ E RESSURGIRÃO: OS QUE FIZEREM O BEM SAIRÃO PARA A RESSURREIÇÃO DA VIDA; E OS QUE FIZERAM O MAL PARA A RESSURREIÇÃO DA CONDENAÇÃO” (Jesus Cristo, em João 5:28,29)
.
UM FORTE ABRAÇO!