Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual a sua religião?
Evangélico
Católico
Testemunha de Jeová
Espírita
Ateu
Mórmom
Macumbeiro
Satanista
Ver Resultados






Partilhe este Site...


A RESSURREIÇÃO DE JESUS (P3)
A RESSURREIÇÃO DE JESUS (P3)

A RESSURREIÇÃO DE JESUS (P3)

 

Estas são duas respostas minhas a um ateu que duvida da autencidade do Sudário. Por algum motivo não muito bem entendido a resposta não pôde sair na sessão de cartas respondidas e, portanto, achei aplicável colocar aqui neste espaço. Eles são basicamente duas respostas a dois sites ateus. Logicamente é recomendável acompanhar primeiro todas as defesas da veracidade do Sudário de Turim apresentadas na parte 2 desta apresentação de provas quanto a ressurreição de Jesus, ou então alguém pode não entender nada. Para ver a defesa da veracidade do Sudário de Turim, clique aqui.

 

 

Questão 1

Olá, Lucas. Este site que eu vou lhe mostrar é de um cientista( talvez agnóstico) que tem uma evidência ao qual o Sudário de Turim é FALSO! http://ceticismo.net/religiao/a-falsificacao-do-sudario-de-turim/. Por favor leia sem achismos. E SE não conseguir entrar pesquisa com a palavra "Sudário de Turim" em que tem uma lá bem assim: Cientista italiante reproduz. Aí depois de você ler um texto que é este: Um cientista italiano entrou pro rol dos amaldiçoados ao afirmar ter reproduzido o Sudário de Turim, provando que aquele pano reverenciado por muitos cristãos não passa de uma fraude.; como coisa que ainda restava alguma dúvida. De qualquer forma, quem quer acreditar que o pano de chão italiano, alegadamente ser a mortalha que envolveu o corpo de um certo carpinteiro, vai continuar acreditando. Fé é assim mesmo.

O mais interessante é que o professor de química orgânica na Universidade de Pavia, Luigi Garlaschelli, não usou técnicas refinadas para reproduzir a obra, mas sim técnicas que já existiam na Idade Média"
E depois aparace isto: Se você se preocupava mais com jogos de futebol do que cultura geral, aconselho a leitura sobre a {Farsa do Sudário de Turim, }assim como a notícia que especula que Leonardo Da Vinci poderia ter sido seu criador.
Aí você aperta na "Farsa do Sudário de Turim".... não precisa responder esta mensagem hoje ou dois dias depois.... eu espero que você responda no dia "quinta - feira" porque eu sei que você esta ocupado... (Amauri, São Bernardo do Campo, SP – 20/03/2011)

 

Resposta

OLÁ, AMAURI.
ONTEM EU LHE RESPONDI SOBRE AS PROVAS ARQUEOLÓGICAS CONCLUSIVAS A RESPEITO DA BÍBLIA E SENDO FAVORÁVEIS AOS MAIORES RELATOS NELA REGISTRADOS, TAIS COMO A ABERTURA DO MAR VERMELHO, COMPLETAMENTE COMPROVADA. JÁ HOJE VOCÊ LEVOU ESTE DEBATE PARA UM OUTRO TEMA CENTRAL E IGUALMENTE IMPORTANTE, UM DOS MAIORES SENÃO O MAIOR PILAR DA FÉ CRISTÃ: A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO DENTRE OS MORTOS. ANTES DE COMEÇAR AS REFUTAÇÕES DAQUELE ARTIGO QUE VOCÊ ME SUGERIU A LEITURA, QUERO INICIAR DIZENDO-LHE TRÊS COISAS:

1) EU JÁ LI ESTE ARTIGO QUE VOCÊ ME PASSOU, MAIS DE UMA VEZ.

2) NÃO HÁ ABSOLUTAMENTE NENHUM INDÍCIO DE QUE O SUJEITO QUE ESCREVEU AQUILO SEJA UM “CIENTISTA”. PODE PROCURAR ISSO EM TODA A PARTE DAQUELE SITE SE VOCÊ QUISER, POIS EU NÃO ENCONTREI NADA. MAS, AINDA QUE ELE FOSSE MESMO UM CIENTISTA, ISSO NÃO SIGNIFICA QUE AS EXPLICAÇÕES DELE SÃO VERDADEIRAS. O FATO DE ALGUÉM SE DIZER “CIENTISTA” NÃO SIGNIFICA QUE O QUE ELE DIZ SEJA NECESSARIAMENTE A MAIOR VERDADE CIENTÍFICA DE TODAS. PROVA DISSO É QUE EXISTEM VÁRIOS CIENTISTAS QUE DIZEM EXATAMENTE O CONTRÁRIO DESTE! OUTRO FATO A ACRESCENTAR É QUE, ANALISANDO OS “DEBATES” QUE ELE LEVA NOS COMENTÁRIOS DOS ARTIGOS DAQUELE SITE, PODE-SE PERCEBER BEM CLARAMENTE PELO SEU NÍVEL, PELOS SEUS XINGAMENTOS E PELA MORAL BAIXA QUE ELE NÃO CHEGA NEM PERTO DE SER UM CIENTISTA! ALGUÉM SEM EDUCAÇÃO E SEM CULTURA COMO ELE NÃO DEVE POSSUIR GRADUAÇÃO EM NADA, MUITO MENOS EM CIÊNCIA. E É ISSO QUE IREMOS PROVAR AO LONGO DESTA RESPOSTA.

3) POR FIM, QUERO LHE DIZER QUE EU TAMBÉM COMECEI COM GRANDE CETICISMO COM RELAÇÃO À VERACIDADE DO SUDÁRIO. AO CONTRÁRIO DOS CATÓLICOS QUE NASCERAM APRENDENDO QUE AQUILO É VERDADEIRO, COMIGO FOI EXATAMENTE O INVERSO. COMO EVANGÉLICO, FUI ENSINADO QUE AQUILO ERA UMA RELÍQUIA CATÓLICA E QUE POR CAUSA DISSO ERA UMA FARSA ELABORADA. ADEMAIS, NÃO HAVERIA NENHUM MOTIVO PARA QUE EU REPENTINAMENTE ME OPUSESSE A OPINIÃO DE QUASE TODOS OS EVANGÉLICOS COM RELAÇÃO AO SUDÁRIO. EU NÃO PASSEI A ACREDITAR NA VERACIDADE DO SUDÁRIO POR SER AMIGO DOS CATÓLICOS, MAS SIM POR CAUSA DA EVIDÊNCIA VERDADEIRAMENTE ESMAGADORA DE PROVAS CIENTÍFICAS QUE ATESTAM A SUA VERACIDADE.

OU SEJA, EU FUI CONVENCIDO PELAS PROVAS CIENTÍFICAS, AINDA QUE TIVESSE INICIADO A INVESTIGAÇÃO DO CASO COM GRANDE NÍVEL DE CETICISMO E ATÉ CERTO PONTO ACHANDO OU QUERENDO QUE FOSSE MESMO UMA FARSA! MAS É IMPORTANTE LEMBRAR QUE, COMO EU FIZ QUESTÃO DE RESSALTAR NAQUELE ARTIGO, O SUDÁRIO DE TURIM NÃO É UMA RELÍQUIA CATÓLICA. POR MAIS QUE ELA ATUALMENTE SE ENCONTRE NO VATICANO, ELA HISTORICAMENTE JÁ PASSOU PELAS MÃOS DE TUDO O QUE É TIPO DE GENTE E É UMA RELÍQUIA CRISTÃ, INDEPENDENTEMENTE DE RELIGIÕES OU INSTITUIÇÕES. TAMBÉM EXISTEM EVANGÉLICOS QUE CREEM NA VERACIDADE DO SUDÁRIO – EU NÃO SOU O ÚNICO!

COMO EU JÁ PASSEI UMAS TRÊS SEMANAS FALANDO DESTE ASSUNTO ENQUANTO EU MONTAVA AQUELE ARTIGO, NÃO ACHO QUE VOU PASSAR MUITO TEMPO REPETINDO TUDO AQUILO QUE PODE SER VISTO NAQUELE MATERIAL. QUEM QUISER, BASTA ENTRAR LÁ E CONFERIR A MATÉRIA TODA COMPLETA. AS EVIDÊNCIAS SÃO ESMAGADORAS E NAQUELE ARTIGO EU REUNI TODAS AS PROVAS DA VERACIDADE DO SUDÁRIO. PORTANTO, AQUI NESTE ESPAÇO EU ME RESERVAREI A REFUTAR APENAS OS PRINCIPAIS PONTOS QUE O AMIGO ATEU OBJETOU.

ASSIM COMO EU DISSE QUE JÁ LI AQUELE ARTIGO E ANALISEI TODAS AS PROVAS (CONTRA E A FAVOR) E TOMEI A MINHA DECISÃO (QUE ACABOU SENDO FAVORÁVEL AO SUDÁRIO), CREIO QUE VOCÊ TAMBÉM PODERÁ VERIFICAR OS DOIS LADOS SEM PRÉ-CONCEITOS ESTABELECIDOS, E LIVRE DE TODOS OS SOFISMAS, QUE VOCÊ CERTAMENTE VERÁ QUE CIENTIFICAMENTE A VERACIDADE DO SUDÁRIO DE TURIM É ABSOLUTAMENTE INCONTESTÁVEL.

O PSEUDO-CIENTISTA DO ARTIGO QUE VOCÊ ME PASSOU DIZ:
“Aparentemente, a primeira menção histórica do sudário como “O Sudário de Turim” é do fim do século 16, quando ele foi trazido para a catedral daquela cidade, embora alegadamente tenha sido descoberto na Turquia, durante uma das assim chamadas “Santas” Cruzadas, na Idade assim chamada “Média”.

PURA CALÚNIA!
VEJA QUE O PSEUDO-CIENTISTA MENTIROSO QUE VOCÊ ME PASSOU OU NÃO CONHECE NADA DE HISTÓRIA OU ENTÃO PREFERE PERSUADIR MENTIROSAMENTE AOS SEUS LEITORES, POIS JÁ PERDE TODA A CREDIBILIDADE MOSTRANDO LOGO DE CARA TÃO TAMANHA IGNORÂNCIA HISTÓRICA COM RELAÇÃO AO SANTO SUDÁRIO. EXISTEM REFERÊNCIAS HISTÓRICAS DE MUITÍSSIMO ANTES DO SÉCULO DEZESSEIS. AS REFERÊNCIAS VÃO DESDE O SÉCULO I E AVANÇAM AO LONGO DOS SÉCULOS REGISTRANDO CADA VEZ MAIS REGISTROS DE SUA EXISTÊNCIA AO PASSAR DOS ANOS. VAMOS DAR UMA OLHADA PARA DESMASCARAR LOGO DE CARA ESTE PRIMEIRO ARGUMENTO ATEÍSTA:

Século I - Os Evangelhos relatam que o manto que envolveu Jesus se encontrava dobrado. O manto teria sido recolhido e custodiado pelos cristãos. Para os hebreus, o manto que havia envolvido um cadáver era um objeto impuro que não podia ser exposto.

 

Ano 30 - O apóstolo Judas Tadeu leva o Sudário (Mandylion) para a cidade de Edessa.

 

Ano 57 - O Sudário é escondido num riacho devido à perseguição aos cristãos em Edessa.


Século II - Existem registros de que em Edessa (atual Urfa - Turquia) existia uma imagem de tecido com o rosto de Jesus.

 

Ano 306-337 - Como é bem sabido, durante as perseguições dos primeiros séculos, as comunidades cristãs guardavam cuidadosamente as relíquias dos mártires. Segundo Nino (306 a 337), a mulher de Pilatos teria entregado o Sudário a Lucas (evangelista) e esse a Pedro (apóstolo), que o guardou.

 

Ano 525 – Durante a restauração da Igreja da Santa Sofía, de Edessa se registra o descobrimento de uma imagem de Jesus chamada acheropita (não feita por mão humana) chamada Mandylion (lenço). Numerosos testemunhos a relacionam com o Sudário, sobre tudo porque os pontos de coincidência entre os traços das cópias de Mandylion – que foi profusamente reproduzido - e o Lençol superam os 100.

Ano 544 - Evagrio, em sua História Eclesiástica, nos conta que em 544 os edessenos venceram uma batalha contra as tropas persas que cercavam a cidade, depois de uma procissão do Mandylion pelas muralhas, quando o fogo tomou conta das armas inimigas e os persas tiveram de fugir.

 

Século VI - A partir dessa época (séc VI), a arte sacra começa a copiar a sagrada face em numerosos detalhes. Dois quadros hoje guardados no ocidente, em Sancta Santorum (Roma) e na Igreja de São Bartolomeu, em Genova e ainda o Rosto Sagrado em Pescara, entre outros, já apresentam as mais fortes características de cópia do Mandylion (Sudário).

 

Ano 789 - No  segundo Concílio Ecumênico de Nicéia, em 789, Teodoro Estudita recorre textualmente ao Sudário como argumento contra os iconoclastas. Além dele, outras testemunhas daquela época são: João Damasceno, André de Creta, Papa Gregório II, o patriarca Nicéforo, João de Jerusalém, e outros.

 

Século VII - Do seu período na Turquia (Edessa), temos um interessante documento: o Codex Vossianus Latinus Q 69, conservado na biblioteca de Rijksuniversiteit de Leida (Países Baixos), um manuscrito do séc X, que contém uma narrativa do séc. VIII, proveniente da área siríaca, onde se lê que Jesus deixou a marca de todo o seu corpo num pano guardado na Igreja Grande de Edessa: “Quem o contempla via o Senhor como quem o tenha visto na terra”.

 

Séculos VII a VIII - O bispo francês Aroulf e João Damasceno falam aproximadamente de um sudário de linho em Constantinopla, pelos séculos VII e VIII.

 

Ano 912–919 - Uma homilia atribuída ao imperador de Constantinopla, Constantino VII Porfirogênito (912-959), e o Narratio de Imagine Edessena (séc. X), dão a entender que não se tratava de pintura, e quando mostrado ao povo de Edessa era dobrado em oito camadas, de modo tal que aparecesse “o rosto sem o corpo”.


Ano 944 – Os exércitos bizantinos, no curso de uma campanha contra o sultão árabe de Edessa, apoderam-se do Mandylion e o levam solenemente a Constantinopla em 16 de Agosto. O Mandylion era em realidade a Síndone (Sudário) dobrada oito vezes de modo que se visse só o rosto. Existe também a descrição de Gregório, o Referendário, sobre a chegada do Mandylion a Constantinopla, como uma imagem impressa por gotas de suor e na qual se vê também o sangue que saiu do lado. Ou seja, o Mandylion é o Santo Sudário.

Ano 1080 - Aleixo I Comnemo pede ajuda ao Imperador Henrique IV e a Roberto de Flandres para defender as relíquias reunidas em Constantinopla, especialmente o Sudário.


Ano 1147 – O rei Luis VII da França, durante sua visita a Constantinopla, visitou o Sudário em Constantinopla.

 

Ano 1150 - Diversas referências incertas sugerem a existência de um tecido em Constantinopla, nos séculos XII e XIII. Viajando, um inglês afirmou que viu tal pano de linho entre os tesouros imperiais em 1150. Cinco anos mais tarde o abade Benedicto Soermudarson testificou sua presença na catedral de Santa Sofía. Mais uma referência definida vem de Guillermo de Tiro, quem afirma que o Imperador Manuel Commenus mostrou ao rei Amalrico I de Jerusalem o sudário de Jesus, conservado no tesouro imperial. Outro visitante, Nicholas Mesarítes, mencionou ter visto em o tecido.


Ano 1171 - Manuel I Comnemo mostra a Almarico, rei dos Latinos de Jerusalém, as relíquias da paixão de Nosso Senhor, entre as quais, o Sudário.

Ano 1201 - Um inventário de relíquias bizantinas refere-se claramente ao Mandylion.

Ano 1204 - Robert de Clary, cronista da IV Cruzada, escreve que: "Todas as Sextas-feiras a Síndone é exposta em Constantinopla [...] Ninguém jamais soube, nem grego nem francês, o que foi feito do Sudário quando a cidade foi tomada". O Lençol desaparece de Constantinopla e é provável que o temor às excomunhões que pesavam sobre os ladrões de relíquias tenha animado sua ocultação. Diversos historiadores supõem que a relíquia foi levada a Europa e conservada durante um século e meio pelos Templários. Após os cruzados saquearem Constantinopla, o Sudário é furtado pela Ordem dos Cavaleiros Templários.

 

Ano 1206 – O Sudário foi premiado como despojos de Constantinopla a Otto de La Roche, comandante das tropas do Marquês de Monteferrat. O capitão enviou o tecido a seu pai, que em 1206 o deu ao Bispo Amadeus de Besangon, que fez questão de exibir o Sudário na sua catedral todos os domingos, até 1349, quando um fogo destruiu o templo.

 

Ano 1306- Jacques de Molay, grão mestre da ordem, leva o sudário para a França.

 

Ano 1307 - Templários são condenados como heréticos, dentre outras razões, devido ao culto secreto de uma “Sagrada Face”, que parece ser uma reprodução do Sudário. Um desses templários se chama Geoffrey de Charny.

Ano 1314 – Os Templários, uma ordem cavalheiresca de Cruzados, são condenados e dissolvidos. Foram acusados de realizar cultos secretos não cristãos. Um dos líderes templários era Geoffroy de Charny.

Ano 1356 - Geoffroy de Charny, um cruzado homônimo do anterior, entrega o Sudário aos cônegos de Lirey, perto de Troyes, na França. Geoffroy explicou que possuía a relíquia durante três anos.

 

Ano 1357 - Primeira exposição do Sudário na França.

 

ASSIM VEMOS QUE OS DADOS HISTÓRICOS NOS MOSTRAM QUE O SUDÁRIO DE TURIM É DE ORIGEM MUITO MAIS ANTIGA DO QUE O SÉCULO XVI E, ASSIM SENDO, NÃO PODE TRATAR-SE DE UMA FALSIFICAÇÃO MEDIEVAL! O AUTOR ATEU PSEUDO-CIENTÍFICO QUE FEZ O TEXTO PELO JEITO SE MOSTRA UM COMPLETO IGNORANTE EM TERMOS HISTÓRICOS.

ESSA DAQUI FOI VOCÊ QUEM DISSE:
“E SE não conseguir entrar pesquisa com a palavra "Sudário de Turim" em que tem uma lá bem assim: Cientista italiante reproduz. Aí depois de você ler um texto que é este: Um cientista italiano entrou pro rol dos amaldiçoados ao afirmar ter reproduzido o Sudário de Turim, provando que aquele pano reverenciado por muitos cristãos não passa de uma fraude.; como coisa que ainda restava alguma dúvida. De qualquer forma, quem quer acreditar que o pano de chão italiano, alegadamente ser a mortalha que envolveu o corpo de um certo carpinteiro, vai continuar acreditando. Fé é assim mesmo.”

ESSA IMITAÇÃO MAL FEITA DO SUDÁRIO JÁ FOI AMPLAMENTE REFUTADA POR MIM NAQUELE MESMO ARTIGO. ALIÁS, ABSOLUTAMENTE TODAS AS REFUTAÇÕES DOS CÉTICOS FORAM REFUTADAS POR MIM LÁ NAQUELE ARTIGO DO SITE. FRANCAMENTE, MAS EU AINDA NÃO SEI O PORQUÊ DA SUA INSISTÊNCIA EM REPETIR ARGUMENTOS QUE JÁ FORAM DEMOLIDOS HÁ MUITO TEMPO E AQUI MESMO NESTE ESPAÇO! SE VOCÊ LESSE TODO O MEU ARTIGO NÃO IRIA MAIS DAR O MENOR CRÉDITO PARA ESSAS TEORIAS CONSPIRÁTÓRIAS ATEÍSTAS. VEJA QUE EU LI TUDO ISSO QUE VOCÊ PASSOU PARA MIM, NÃO APENAS DAQUELE SITE ATEU, MAS DE VÁRIOS OUTROS QUE TENTAM DESCONTRADIZER A AUTENCIDADE DO SUDÁRIO.

MAS PARA TODOS ELES HÁ UMA RESPOSTA CLARA E OBJETIVA, COMO É NO CASO QUE FOI AGORA POR VOCÊ EXPOSTO DE QUE TERIAM “IMITADO UM SUDÁRIO IDÊNTITICO AO ORIGINAL”, O QUE É EVIDENTEMENTE FALSO. NÃO ACREDITE EM TUDO ISSOA Í QUE VOCÊ LÊ NO PRIMEIRO BLOG ATEU QUE VOCÊ ENCONTRA. PESQUISE TODAS AS EVIDÊNCIAS PRIMEIRO, E FAÇA ISSO MAIS A FUNDO PARA NÃO COMETER ALGUM ERROS DESSES, SEGUNDO O EXEMPLO DAQUELE PSEUDO-CIENTISTA. COMO EU DISSE QUE NÃO VOU FICAR AQUI REPETINDO TUDO AQUILO QUE JÁ FOI AMPLAMENTE REFUTADO POR MIM HÁ ALGUNS MÊSES ATRÁS, ENTÃO NAS LINHAS QUE SE SEGUEM EU VOU APENAS REPETIR (EM LETRA MINÚSCULA) A PARTE DO ARTIGO EM QUE EU FIZ QUESTÃO DE ABORDAR ESSA TENTATIVA FRUSTRADA DE IMITAÇÃO DO SANTO SUDÁRIO:

 

Recentemente, Luigi Garlaschelli, um professor de Química, tentou fazer uma “cópia” do Sudário (a mando de alguns ateus) e a sua “criação” foi exposta na internet em todos os sites ateístas a fim de caracterizar o Sudário como uma “farsa”. Contudo, mesmo em pleno conhecimento do século XXI, nem mesmo assim a sua obra ficou digna de qualquer crédito, passando muito, muito longe do original.

 

Diversos cientistas altamente qualificados desmontaram com um peteleco a burlesca obra. Por exemplo, o presidente do Centro Mexicano de Sindonologia, Adolfo Orozco, especializado no Sudário de Turim, qualificou a ação de “truque para atacar o Sudário” e mostrou furos técnicos que desqualificam o experimento, informou a Agencia Católica Internacional. O Dr. Orozco explicou que no Sudário “o sangue ficou impresso no pano em primeiro lugar, e só depois ficou gravada a imagem e não o contrario como fez o suposto ‘reprodutor’”. Além do mais, acrescentou o Dr. Orozco, como foi largamente comprovado pela comunidade científica, “a imagem do Sudário não se formou por contato. Há partes do tecido que tem imagem e nunca estiveram em contato com o corpo”. Entretanto, a primitiva tentativa trabalhou esfregando um pano sobre um corpo.

Acresce que as análises médicas, segundo o Dr. Orozco, “demonstraram que os coágulos não foram semeados, mas são clinica e patologicamente corretos com detalhes desconhecidos no século XIV”. O especialista sublinhou o lado ridículo dos imitadores pretendendo reproduzir as queimaduras do incêndio de 1532 e as marcas deixadas pela água que nada têm a ver com a imagem original. Ainda constata-se que as “imagens” agora fabricadas “não têm as propriedades tridimensionais típicas do Sudário”. Esta ausência desqualifica inteiramente qualquer tentativa de reprodução.

Para o Dr. de la Piedra, a recente imitação “é melhor que a cópia que fez McCrone ou que a horrorosa tentativa de Joe Nickell; ou a de Picknett-Prince e sua suposta fotografia medieval de Leonardo Da Vinci; ou que a fantasiosa foto-experimental do sul-africano Nicholas Allen”. Contudo, ainda assim a tentativa de reprodução de Garlaschelli é parecida apenas no aspecto visível, exterior. No mais, em todos os outros aspectos que fazem do Sudário uma relíquia incomparável, nem mesmo a ciência chega perto dos “detalhes”. Para o especialista, “uma amostra parecida com a de Garlaschelli não resiste às conclusões multidisciplinares tiradas ao longo de mais de 100 anos por cientistas de todos os credos e especialidades”.

 

À luz desta tentativa falha, de la Piedra conclui que “podemos afirmar com alto grau de certeza, que o Sudário de Turim continua sendo um objeto único, irreproduzível e inimitável. Esta é a verdade interna do Sudário”. O especialista estadunidense John Jackson do Turin Shroud Center de Colorado também observou: “as propriedades tridimensionais da imagem (…) a presença de sangue humano com índices altíssimos de bilirrubina, o pólen de mais de 77 plantas que marcam o percurso histórico do Sudário até quase o século I de nossa era e, entre outros, o mecanismo de transferência da imagem de um crucificado com todas as feridas descritas nos Evangelhos a um pano”. Infelizmente, o nosso pseudo-imitador não chegou nem perto de nada disso.

O Dr. Jackson criticou a falta de técnica de Garlaschelli e explicou que o sangue do Sudário não é sangue inteiro, mas já separado do soro, proveniente de verdadeiras feridas. Além do mais, o sangue que há neles é próprio “de um fluxo post mortem, e não de sangramentos em vida como é no caso do Sudário de Turim. Tal fato é tão impossível para reprodução de um falsário que nem mesmo o nosso professor Garlaschelli tentou imitar!

Jackson observou que do ponto de vista da tridimensionalidade a imagem agora feita “aparece bastante grotesca. As mãos estão incrustadas no corpo e as pernas estão em posição pouco natural”. Jackson também observou que segundo a prática científica séria os resultados de Garlaschelli deveriam ter sido compulsados por outros cientistas antes da publicação. É o que se chama “peer-review” ou “revisão do trabalho por pares”. Porém, Garlaschelli parece ter temido a crítica e fugiu dela. O autor recebeu 2.500 euros da União de Ateus Agnósticos Racionalistas para semelhante serviço. A cifra por si só fala contra a hipótese de um trabalho científico de vulto e muito mais parece uma gorjeta em pago de uma zombaria anticristã.

 

Essa totalmente vergonhosa e deplorável tentativa frustrada de imitar o verdadeiro Sudário de Turim serve ainda mais para reforçar o caráter irreproduzível e imitável da relíquia, que nem mesmo nos dias de hoje é capaz de ser reproduzida, quanto menos em plena era medieval com o limitado conhecimento da época! O especialista peruano Rafael de la Piedra, sublinhou que as manobras frustrantes dos italianos reforçam ainda mais a idéia de que a relíquia “continua sendo um objeto único, irreproduzível e inimitável”, noticiou ACIPrensa.

 


PORTANTO, NOVAMENTE CAI POR TERRA O ENCANTO NEO-ATEÍSTA. A TENTATIVA FRUSTRADA DE “REFUTAÇÃO” POR PARTE DOS ATEUS SÓ AJUDA AINDA MAIS A DEMONSTRAR AQUILO QUE JÁ TEMOS VISTO E COMPROVADO: QUE NÃO EXISTE OBJEÇÃO SÉRIA À AUTENCIDADE DO SANTO SUDÁRIO. NEM MESMO AQUELA PÁGINA DO SITE ATEÍSTA CONSEGUIU EXPLICAR OS SEGUINTES FATOS INCONTESTÁVEIS QUE POR SI SÓ DEMONSTRAM A LEGITIMIDADE DO MANTO:

(PROVA 1) – A EXISTÊNCIA HISTÓRICA DO SUDÁRIO ANTES DO SÉCULO 14 DC

(PROVA 2) – IMAGEM EM NEGATIVO

(PROVA 3) – FIBRAS EXTREMAMENTE COMPLEXAS

(PROVA 4) – IMAGEM TRIDIMENSIONAL

(PROVA 5) – GRÃOS DE PÓLEN DA PALESTINA

(PROVA 6) – ALGODÃO INEXISTENTE NA EUROPA

(PROVA 7) – SANGUE VERDADEIRO

(PROVA 8) – SANGUE VENENOSO E SANGUE ARTIFICIAL

(PROVA 9) – POEIRA MINERAL

(PROVA 10) – MOEDAS NAS PÁLPEBRAS DO HOMEM DO SUDÁRIO

(PROVA 11) – PRESENÇA DE SORO HUMANO

(PROVA 12) – NENHUM VESTÍGIO DE PINTURA

(PROVA 13) – CRUCIFICAÇÃO PELOS PULSOS

(PROVA 14) – PROVAS LÓGICAS E OUTRAS EVIDÊNCIAS

(PROVA 14) – CONCLUSÕES DO STURP

(PROVA 15) – PERFEIÇÃO DO SUDÁRIO DE TURIM


FINALMENTE, O PLÁGIO MAL FEITO DE GARLASCHELLI (LOUCO PELOS SEUS GRANDES 2500 EUROS QUE CERTAMENTE O DEIXARÃO BEM RICO...) MOSTRA APENAS CERTAS SEMELHANÇAS EXTERIORES (COMO JÁ FOI DITO), E NÃO APRESENTA NENHUM FATO INTERIOR QUE SEJA DIGNO DE CREDIBILIDADE. EU VOU TE DAR UM EXEMPLO: É COMO SE FIZESSEM PARA VOCÊ UMA CÓPIA DO CARRO FOX DE COR PRETA E DEPOIS APRESENTASSEM ESSA CÓPIA PARA VOCÊ. VOCÊ OLHA ESSA CÓPIA SUPERFICIALMENTE E PARECE REALMENTE COM O MODELO ORIGINAL. VOCÊ VÊ QUE A COR, O VIDRO, O TAMANHO, E TUDO MAIS PARECEM ESTAR COMBINANDO DIREITINHO. ATÉ AÍ VOCÊ DIZ: “BRILHANTE. AÍ ESTÁ UMA PERFEITA REPRESENTAÇÃO DO FOX ORIGINAL”!

SÓ QUE DAÍ VOCÊ DECIDE ENTRAR DENTRO DO CARRO ANTES DE TOMAR ALGUMA DECIÇÃO PRECIPTADA, E PERCEBE QUE POR DENTRO ELE NÃO TEM NADA A VER COM O MODELO ORIGINAL. ELE NÃO TEM PAINEL, NÃO TEM DIREÇÃO, NÃO TEM MOTOR, NÃO TEM O CINTO DE SEGURANÇA, NÃO TEM NADA! COMO VOCÊ REAGIRIA A TAL FATO? CERTAMENTE DIRIA: “MAS ISSO É UMA BELA DE UMA FRAUDE”! É EXATAMENTE ESTE O PONTO. OS ATEUS ANALISAM APENAS AS COISAS SUPERFICIALMENTE, SEM ENTRAR NOS CONCEITOS MAIS PROFUNDOS DAS ÁREAS DA FILOSOFIA, DA CIÊNCIA E DA HISTÓRIA. ELES VEEM UMA OBRA DE GARLASCHELLI QUE ACHA QUE COPIOU DIREITINHO O SUDÁRIO, AÍ JÁ FICAM SALTANDO DE FELICIDADE PELO “SUCESSO” EXTERIOR DA OBRA, E EXCLAMAM: “MARAVILHA... O SUDÁRIO ESTÁ DESMASCARADO”!

QUANDO, NA VERDADE, ELES NÃO PERCEBEM QUE ELES SÓ ESTÃO DANDO UM VERDADEIRO TIRO NO PÉ. NEM EM PLENO SÉCULO XXI O ARTISTA CONSEGUIU REPRODUZIR O EFEITO TRIDIMENCIONAL DO SUDÁRIO, E NEM OS GRÃOS DE PÓLEN DA PALESTINA, E NEM FAZER A OBRA SEM O USO DE TINTA (ASSIM COMO NO ORIGINAL NÃO HOUVE A INCLUSÃO DE TINTA, POIS A ANÁLISE MICROSCÓPICA DAS FIBRAS MOSTRA QUE A IMAGEM ESTÁ CONTIDA AENAS NA CAMADA DE CARBRO-HIDRATOS, SÓ PENETRANDO CERCA DE 50 MICRÔMETROS DA FIBRA, SENDO TOTALMENTE IMPOSSÍVEL E DESCONHECIDO ATÉ HOJE UM MEIO QUE PERMITA UMA PRECISÃO DE APLICAÇÃO DE TINTAS À ESCALA DO NANÔMETRO), E NEM TAMPOUCO TEM OS TRAÇOS MARCANTES DO SUDÁRIO QUE DEMONSTRAM DE MANEIRA CLARA TODO O TRAJETO QUE MARCOU A MORTE DE JESUS CRISTO NA CRUZ DO CALVÁRIO, DEPOIS DE PASSAR POR TORTURA, SOFRIMENTO E CRUCIFICAÇÃO, ASSIM COMO É DEMONSTRADO NAS MARCAS DO SUDÁRIO ORIGINAL, MAS COMPLETAMENTE OMITIDAS NA CÓPIA MAL FEITA DE GARLASCHELLI.

PORTANTO, A PARTIR DE TUDO ISSO, O QUE É QUE NÓS DESCOBRIMOS? NÓS DESCOBRIMOS QUE OS ATEUS SÓ ABORDAM O ASPECXTO EXTERIOR E SUPERFICIAL DAS COISAS, AO INVÉS DE SE APROFUNDAR EM UM DETERMINADO TEMA. MAS MUITA CIÊNCIA FAZ MAL PARA O BOM COSTUME DE UM ATEU, POIS ELE JÁ ESTÁ ACOSTUMADO A LIDAR COM AQUELA CIÊNCIA FALSA E INÚTIL, SUPERFICIAL E ENGANADORA, A MESMA QUE TENTA CONTRADIZER O SANTO SUDÁRIO MAS ATÉ HOJE SÓ CONSEGUE SER CADA VEZ MAIS DESMORALIZADA PELOS ARGUMENTOS ESMAGADORES DO LADO DA VERDADE:

CLIQUE AQUI PARA VER TODOS OS ARGUMENTOS CIENTÍFICOS FAVORÁVEIS A VERACIDADE DO SUDÁRIO


LEIA O ARTIGO, CARO AMIGO, MAS LEIA MESMO! SE VOCÊ TIVESSE PACIÊNCIA PARA LER UM ARTIGO GRANDE COMO ESSE ATÉ O FIM (ASSIM COMO FAZ COM OS ARTIGOS NEO-ATEÍSTAS), ENTÃO DEIXARIA TOTALMENTE DE DAR CRÉDITO ÀS LENDAS E MITOS ATEÍSTAS DE QUINTA CATEGORIA, JÁ HÁ MUITO ULTRAPASSADOS E DESMASCARADOS COM GRANDE FACILIDADE. MAS INFELIZMENTE VOCÊ PARECE DAR MAIS CRÉDITO A TUDO AQUILO QUE TEM DE RUIM NA FALSA CIÊNCIA, E AINDA PASSA UM ARTIGO QUE JÁ FOI AMPLAMENTE E TOTALMENTE REFUTADO ANTES MESMO DE COMEÇAR A ESCREVER ALGUMA COISA.

FIQUE NA PAZ DE CRISTO, QUE ILUME O VOSSO CORAÇÃO NA PROCURA PELO CAMINHO DA VERDADE. MEDITE NESSA RESPOSTA E NA OUTRA DE ONTEM, E COMPROVE POR VOCÊ MESMO QUE OS ARGUMENTOS TEÍSTAS-CRISTÃOS SÃO DE LONGE MUITO MAIS FORTES DO QUE OS ATEÍSTAS-DARWINISTAS, QUE NÃO RESISTEM A UM EXAME PURO, SINCERO E PROFUNDO À LUZ DE TODAS AS EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS E CIENTÍFICAS. FAÇA COMO EU FIZ, E VOCÊ VERÁ O QUÃO ULTRAPASSADO ESTÁ O ATEÍSMO COM A SUA VÃ CIÊNCIA E A SUA VÃ FILOSOFIA, QUE ESTÁ MAIS PARA CONVERSA PARA BOI DORMIR. QUANDO ESTUDAMOS AO FUNDO OS “ARGUMENTOS” ATEÍSTAS, CHEGAMOS EXATAMENE ÀQUELA MESMA CONCLUSÃO A QUE SOMOS FORÇADOS A OBTER COM RELAÇÃO À TENTATIVA DEPRIMENTE DE GARLASCHELLI: “ISSO É UMA BELA DE UMA FRAUDE”!

ABRAÇOS.

 

 

Questão 2

Um outro site ateu que “refuta” o Sudário:

http://www.skepdic.com/brazil/sudario.html (Amauri, São Bernardo do Campo, SP – 30/03/2011)

 

Resposta

OLÁ, AMAURI.

EU ACHO ATÉ LEGAL VOCÊ PROCURAR A VERDADE CIENTÍFICA SOBRE O SUDÁRIO, MAS É UMA GRANDE PENA QUE VOCÊ SÓ PROCURE A VERDADE NESTES SITES ATEÍSTAS QUE JÁ FORAM REFUTADOS PELA MATÉRIA QUE ESTÁ AQUI NO MEU SITE, ONDE EU VISEI BUSCAR AS MELHORES RESPOSTAS E OS MELHORES ARGUMENTOS. NOVAMENTE, SE VOCÊ LESSE A PÁGINA DO ARTIGO SOBRE O SUDÁRIO AQUI NO SITE, VOCÊ NÃO IRIA MAIS DAR CRÉDITO PARA ESTES SITES ATEUS, UMA VEZ SENDO QUE JÁ FORAM PLENAMENTE REFUTADOS ANTES MESMO DE COMEÇAREM A ESCREVER ALGUMA COISA. REPITO A VOCÊ: LEIA TUDO AQUILO QUE ESTÁ SOBRE O SUDÁRIO AQUI NESTE SITE. LEIA, MAS LEIA MESMO!

 

VOCÊ VERÁ QUE NÃO EXISTE A MÍNIMA BASE OU FUINDAMENTO PARA CONTESTÁ-LO SE EXAMINÁ-LO PROFUNDAMENTE. EU SEI QUE O ARTIGO É BEM EXTENSO, MAS A JULGAR PELA QUANTIDADE DE SITES ATEUS QUE ATACAM O SUDÁRIO QUE VOCÊ JÁ LEU, CREIO EU QUE VOCÊ NÃO TERÁ A MENOR DIFICULDADE EM LER TUDO AQUILO. OUTRO MOTIVO PELO QUAL EU TENHO QUE LAMENTAR GRANDEMENTE É QUE VOCÊ AINDA BUSCA NESTES SITES ATEUS OS MESMOS ARGUMENTOS QUE JÁ FORAM CANSADOS DE SEREM REFUTADOS POR MIM. SÃO SEMPRE AQUELAS MESMAS LADAINHAS CHATAS QUE NEM DÃO GRAÇA DE REFUTAR. NÃO TEM ABSOLUTAMENTE NADA DE NOVO AÍ! SERIA ATÉ INTERESSANTE REFUTAR ALGUMA NOVIDADE CIENTÍFICA, MAS É MUITO CHATO FICAR REFUTANDO SITES QUE NÃO ACRESCENTAM NADA ÀQUILO QUE A GENTE JÁ SABE.

 

MAS, QUANTO AOS ARGUMENTOS, VAMOS ANALISAR POR PARTES. ELE TEM A CORAGEM DE AFIRMAR QUE O SUDÁRIO É FALSO POR CAUSA DA DIMENSÃO DO CORPO DO CRUCIFICADO. ENTÃO PERGUNTE PARA AQUELE CIDADÃO O QUE ACONTECE COM ALGUÉM QUE É SEVERAMENTE AÇOITADO E EM SEGUIDA É CRUCIFICADO, E TEM OS SEUS BRAÇOS E AS SUAS PERNAS ALONGADAS GRANDEMENTRE (CREIO QUE VOCÊ LEMBRE DA CENA DO FILME DO MEL GIBSON DA “PAIXÃO DE CRISTO”), E APÓS TER OS SEUS BRAÇOS E PERNAS ALONGADOS E ESTICADOS SEVERAMENTE, ELE OS TEM PREGADOS NUMA CRUZ PARA MANETER ESSA POSIÇÃO FIXA DURANTE HORAS!

 

SE AQUELE SUJEITO TEM ALGUM BOM SENSO OU SENSO LÓGICO, SABERÁ QUE TAL PESSOA TERIA OBVIAMENTE OS SEUS MEMBROS (ESPECIALMENTE A PERNA E OS BRAÇOS) ALONGADOS APÓS A MORTE EM DECORRÊNCIA DO QUE ACONTECEU EM TODA A CRUCIFICAÇÃO. PORTANTO, O QUE SERIA “ERROS” NA ANATOMIA DO HOMEM DO SUDÁRIO, NA VERDADE SÓ SERVE PARA PROVAR MAIS UMA VEZ QUE ESTE HOMEM É JESUS CRISTO, QUE TEVE OS SEUS BRAÇOS E PERNAS ESTICADOS E ALONGADOS E FIXADOS NESTA POSIÇÃO DURANTE MUITAS HORAS NUMA CRUZ. OU SEJA, AQUILO QUE ERA PARA SER UMA “PROVA CONTRA”, NA VERDADE CONSTITUI-SE EM UMA PROVA A FAVOR À SUA VERACIDADE! OUTRO PONTO QUE ELE ERROU FEIO FOI EM DIZER ESSA PÉROLA AQUI NOVAMENTE:

 

“Aparentemente, a primeira menção histórica do sudário como "O Sudário de Turim" é do fim do século 16, quando ele foi trazido para a catedral daquela cidade, embora alegadamente tenha sido descoberto na Turquia, durante uma das assim chamadas "Santas" Cruzadas, na Idade assim chamada "Média”

 

SINCERAMENTE, MAS EU JÁ ESTOU CANSADO DE REFUTAR GENTE SEM ESTUDO HISTÓRICO QUE FICA AFIRMANDO BESTEIRAS COMO ESSA. EU NEM VOU PERDER TEMPO MOSTRANDO TOOOODAS AS PROVAS HISTÓRICAS DA EXISTÊNCIA DO SUDÁRIO DESDE A ÉPOCA DE CRISTO ATÉ MUITO ANTES DO SÉCULO 16, ATÉ PORQUE EU JÁ FIZ ISSO NA MINHA ÚLTIMA REFUTAÇÃO. MAS ISSO SERVE PARA VOCÊ VER QUE AQUELE SITE NÃO TEM NEM UM MÍNIMO DE CREDIBILIDADE, SEM QUALQUER TIPO DE RESPALDO HISTÓRICO SÉRIO, SENÃO OS SEUS PRÓPRIOS ACHISMOS. ORA, SE ELE NÃO ENTENDE NADA DE HISTÓRIA, PORQUE DEVERÍAMOS DAR ALGUM CRÉDITO PARA O SEU “CONHECIMENTO CIENTÍFICO” DO CASO? NA VERDADE VEREMOS QUE O CONHECIMENTO CIENTÍFICO DELE É AINDA MAIS RIDÍCULO DO QUE O SEU POBRE CONHECIMENTO HISTÓRICO QUE É ZERO. VEJAMOS MAIS UM POUCO DAS PÉROLAS QUE ELE AFIRMA DESCABIDAMENTE:

 

“Em 1988, o Vaticano permitiu que o sudário fosse datado por três organizações independentes -- a Universidade de Oxford, a Universidade do Arizona, e o Instituto Federal de Tecnologia Suíço --e cada um deles datou-o de épocas medievais, em torno de 1350”        

 

FALA SÉRIO... EU JÁ CANSEI DE EXPLICAR SOBRE A DATAÇÃO DO CARBONO-14. SUGIRO FORTEMENTE A VOCÊ QUE VEJA ESTE DOCUMENTÁRIO DE UM LUGAR QUE REALMENTE TEM ALGUM PONTO DE CREDIBILIDADE, O DISCOVERY CHANNEL:

 

http://www.youtube.com/watch?v=h_1_ag_H6Kk

http://www.youtube.com/watch?v=g7Pn_U-6D2M&NR=1

http://www.youtube.com/watch?v=-6rMK0_WO3E

http://www.youtube.com/watch?v=LMt1TCKAPEE

 

SUGIRO FORTEMENTE QUE VOCÊ LEIA TODAS AS QUATRO PARTES DO DOCUMENTÁRIO. ELES IRÃO TE MOSTRAR NÃO APENAS A VERDADE SOBRE O TESTE DO CARBONO-14 QUE FOI FEITO SOBRE UM PARTE REMENDADA DO PANO NA IDADE MÉDIA EM FUNÇÃO DE UM INCÊNDIO QUE ATINGIU AQUELA PARTE DO PANO, COMO TAMBÉM IRÁ CONFERIR VÁRIOS OUTROS PONTOS GRANDEMENTE IMPORTANTES VINDOS DIRETO DOS MAIORES ESPECIALISTAS E CIENTISTAS QUE ANALISARAM O SUDÁRIO. OU SEJA, NÃO SERÁ A PALAVRA MINHA E NEM A DE UM ATEU, MAS SIM A DOS PRÓPRIOS CIENTISTAS QUE ANALISARAM O SUDÁRIO! E CREIO EU QUE NÃO EXISTA NINGUÉM MELHOR DO QUE ELES PARA CONFIRMAR A VERACIDADE (OU NÃO) DO SUDÁRIO DE TURIM.

 

OUTRO PONTO QUE O AUTOR DA MATÉRIA DISSE E QUE NA REALIDADE É MAIS UM VERDADEIRO “TIRO NO PÉ” É O FATO DELE TER COMPARADO O SUDÁRIO A ALGUMAS RELÍQUIAS CATÓLICAS FALSAS DA ÉPOCA. É FATO QUE TAIS RELÍQUIAS FALSAS REALMENTE EXISTIRAM. DE FATO, NINGUÉM QUESTIONA ISSO, MAS ISSO APENAS SERVE PARA FORTALECER (E NÃO PARA ENFFRAQUECER) A AUTENCIDADE DO SUDÁRIO. ISSO PORQUE ESSAS RELÍQUIAS FALSAS ERAM EXTREMAMENTE POBRES E RIDÍCULAS. ERAM DEDOS DE PEDRO, MILHARES DE PEDAÇOS DA CRUZ EM QUE JESUS FOI CRUCIFICADO, UM MONTE DE CABEÇLAS DE JOÃO BATISTA, ETC.

 

OS FALSÁRIOS NÃO TINHAM ABSOLUTAMENTE A MENOR INTENÇÃO DE FALSIFICAR ALGO DE UMA MANEIRA QUE PARECESSE “CIENTÍFICA”; MUITO PELO CONTRÁRIO, ESSAS FALSIFICAÇÕES ERAM TÃO MEDÍOCRES QUE QUALQUER UM PODERIA ALEGAR A SUA FALSIDADE LÓGICA. ISSO PROVÉM DO FATO DE QUE A IGREJA CATÓLICA ERA ABSOLUTA NA IDADE MÉDIA, E TINHA A AUTORIDADE E O PODER SOBRE TODO O POVO. NOUTRAS PALAVRAS, O QUE ELA DIZIA SER VERDADEIRO, O POVO HUMILDE E POBRE TINHA QUE ACEITAR – E PRONTO! PORTANTO, ELES NUNCA TINHAM TANTA DEDICAÇÃO EM FALSIFICAR ALGO COM GRANDE EFICIÊNMCIA, POIS NEM PRECISAVA DISSO. BASTAVA FAZER ALGO MUITO MAL FEITO QUE O POVÃO JÁ ACHAVA QUE ERA VERDADEIRO!

 

DIZENDO EM TERMOS SIMPLES, SE O SUDÁRIO FOSSE FALSO, ENTÃO ELE SERIA TÃO CLARAMENTE FALSO (ASSIM COMO AS RELÍQUIAS FALSAS DA ÉPOCOA) QUE NEM PRECISARIA DA LUZ DA CIÊNCIA MODERNA PARA DIZER QUE ELE ERA FALSO. O MANTO SERIA TÃO EVIDENTEMENTE FALSO QUE NÃO TERIA NENHUMA NECESSIDADE REAL DE ALGUM TESTE CIENTÍFICO, E, SE HOUVESSE UM TESTE CIENTÍFICO, O SUDÁRIO COM CERTEZA SERIA COMPLETAMENTE ESMIUÇADO POR TODAS AS EVIDÊNCIAS DE SUA FALSIDADE. MAS O QUE REALMENTE VEMOS É CLARAMENTE O INVERSO DESTE QUADRO: NEM MESMO COM A LUZ DA CIÊNCIA MODERNA O SUDÁRIO CONSEGUIU SER CLASSIFICADO COMO FALSO.

 

NA VERDADE, A CIÊNCIA MAIS CONFIRMOU A SUA AUTENCIDADE DO QUE A NEGOU. A ÚNICA COISA QUE PODERIA AMEAÇAR REALMENTE A AUTENCIDADE DO MANTO SERIA O TESTE DO CARBONO-14, ENTRETANTO ELE JÁ FOI AMPLAMENTE EXPLICADO AQUI. NO MAIS, ABSOLUTAMENTE TODAS AS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS APONTAM PARA A SUA LEGITIMIDADE. TODAS! COMO É QUE NEM A LUZ DA CIÊNCIA MODERNA O SUDÁRIO PASSOU A SER CONSIDERADO COMO UMA FARSA, JÁ QUE TODAS AS RELÍQUIAS FALSAS DA IDADE MÉDIA ERAM TÃO RIDÍCULAS QUE NINGUÉM DARIA O MENOR CRÉDITO? A ÚNICA FORMA DE RESPONDERMOS A ESTA QUESTÃO DEVIDAMENTE SERIA SE DIZERMOS QUE O SUDÁRIO É REALMENTE VERDADEIRO.

 

MAS OS “CÉTICOS” DE PLANTÃO NÃO QUEREM TER PARTE NESTA VISÃO LÓGICA E RACIONAL, POIS TUDO O QUE ELES CONSEGUEM E SABEM FAZER É DUVIDAR E DUVIDAR, MESMO SE ESSA DPÚVIDA SE CONSTITUA APENAS E TÃO SOMENTE DE LACUNAS.TENHA EM MENTE MAIS UM EXEMPLO PRÁTCIO, COMO O FATO DO SUDÁRIO SER UMA IMAGEM TRIDIMENCIONAL. EU ACHO QUE VOCÊ NEM DEVE SABER, MAS O SUDÁRIO DE TURIM É A PRIMEIRA IMAGEM FOTOGRÁFICA DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE QUE SAIU EM FORMA TRIDIMENCIONAL. ISSO É EXATAMEDNTE AQUILO QUE DEVERÍAMOS ESPERAR EM CASO QUE ELE FOSSE UMA REPRESENTAQÇÃO VERDADEIRA DE UMA PESSOA REAL, MAS CERTAMENTE É O OPOSTO EXATO DAQUILO QUE ESPERARÍAMOS EM CASO QUE ELE FOSSE MAIS UMA PINTURA FALSA E MEDIEVAL.

 

ALÉM DA IMPOSSIBILIDADE CIENTÍFICA DE SE FAZER UMA IMAGEM QUE SAÍSSE TRIDIMENCIONALMENTE NUMA CÂMERA FOTOGRÁFICA EM PLENA IDADE MÉDIA (ONDE A FOTOGRAFIA NEM SEQUER EXISTIA AINDA!), POR QUE ALGUM FALSÁRIO MEDIEVAL IRIA SE PREOCUPAR LOUCAMENTE COM ISSO SE NÃO PRECISA DISSO PARA O POVÃO ACHAR QUE ELE É VERDADEIRO? SE NEM EXISTIA NENHUM TIPOO DE MÉTODO NA ANTIGUIDADE PARA SABER QUE O SUDÁRIO ESTÁ OU NÃO EM TRÊS DIMENSÕES (OU SEJA, ISSO NÃO MUDARIA NADA NA VIDA DAS PESSOAS DA ÉPOCA EM TERMOS DE AUTENCIDADE OU FALSIABILIDADE), ENTÃO POR QUE ELES IRIAM SE PREOCUPAR COM ISSO? POR QUE ELES IRIAM QUERER FAZER UMA TOTAL REVOLUÇÃO NO CAMPO CIENTÍFICO DA ÉPOCA QUE SÓ FOI REALMENTE DESCOBERTA EM PLENO SÉCULO 19? O QUE IUSSO MUDARIA EM QUESTÃO DE VERACIDADE EM PLENA IDADE MÉDIA?

 

É ÓBVIO QUE SE O SUDÁRIO FOSSE UMA FARSA ENTÃO SERIA LOGICAMENTE E CIENTIFICAMENTE IMPOSSÍVEL DELES ACHAREM ALGUM TIPO DE TRRIDIMENCIONALIDADE NO SUDÁRIO, E ISSO DEMONSTRARIA A SUA FARSA COMPLETA. CONTUDO, O QUE NÓS VEMOS É MAIS UMA CONFIRMAÇÃO DA LEGITIMIDADE E AUTENCIDADE DO SUDÁRIO, POIS PARA O DESESPERO DOS CÉTICOS, A IMAGEM ESTÁ TRIDIMENCIONAL! OS OUTROS PONTOS QUE O AUTOR DO TEXTO COLOCA SÃO AINDA MAIS MAL-FEITOS. POR EXEMPLO, ELE RELATA COM TODA BOA VONTADE AS CONCLUSÕES DE McCRONE, ESQUECENDO-SE CONTUDO QUE AS SUAS CONCLUSÕES FORAM AMPLAMENTE REFUTADAS POR TODOS OS MEMBROS DE GRUPO DO STURP (QUE ANALISOU O MANTO), E INCLUSIVE POR TODOS OS CIENTISTAS QUE ANALISARAM O SUDÁRIO INCLUINDO O PRÓPRIO DOUTOR ROGERS.

 

 OU SEJA, AS CONCLUSÕES DE McCRONE ERAM FALSAS E ULTRAPASSADAS. ELAS FORAM TIRADAS AINDA EM MEIO À ANÁLISE DO MANTO, E QUE DEPOIS FORAM CIENTIFICAMENTE DESMASCARADAS. POR EXEMPLO, ELE DISSE QUE O SUDÁRIO É UMA PINTURA. MAS ISSO É COMPLETAMENTE IMPOSSÍVEL, UMA VEZ SENDO QUE A FIGURA DO SUDÁRIO É FEITA DE FIBRAS EXTREMAMENTE MINÚSCULAS E QUE NÃO EXISTE ATÉ OIS DIAS DE HOJE TECNOLOGIA SUFICIENTE PARA QUE A PINTURA SÓ PENETRASSE CERCA DE 50 MICRÔMETROS DA FIBRA! VEJA AQUILO QUE EU ESCREVI NAQUELE ARTIGO DO SITE QUE VOCÊ APARENTEMENTE NÃO QUER LER MUITO:

 

Kevin Moran, Engenheiro óptico da NASA, que analisou cuidadosamente o Sudário, acrescenta que a imagem do Sudário é feita de fibras extremamente minúsculas, um décimo do tamanho de um fio de cabelo, e os elementos da figura são distribuídos aleatoriamente, como os pontos de uma foto de jornal ou revista. Para isso, seria necessário um LASER ATÔMICO INCRIVELMENTE PRECISO, e esta tecnologia era inexistente em pleno século 14 DC.

 

As manchas do tecido são incrivelmente sutis e complexas. A análise microscópica das fibras mostra que a imagem está contida apenas na camada de carbo-hidratos. Uma fibra estava manchada enquanto outra, bem ao lado, não. No entanto, cada fibra tem um décimo do diâmetro do cabelo humano, e em alguns momentos a imagem só penetrava a cerca de 50 micrômetros da fibra! Um método para aplicação de tintura com tão pouca profundidade assim, é completamente desconhecido. Quanto mais na era medieval! Ora, não existe técnica de pintura, disponível nos séculos XIII e XIV, que permita uma precisão de aplicação de tintas à escala no nanômetro.

 

PORTANTO, O SUDÁRIO NÃO É FRUTO DE UMA PINTURA! ISSO DEMENTE COMPLETAMENTE AS TEORIAS ANTICIENTÍFICAS DE McCRONE E TAMBÉM AS ALEGAÇÕES INFUNDAMENTADAS DOS ATEUS QUE ATACAM O MANTO POR IGNORÂNCIA. OUTRO PONTO CRUCIAL QUE ELE ERROU FEIO: FOI DIZER QUE O DUTOR MAX FREI INTRODUZIU GRÃOS DE PÓLEN NO MANTO PARA PROVAR A SUA AUTENCIDADE. ORA, NÃO EXISTE NADA TÃO FALSO. EM PRIMEIRO LUGAR, É BOM MOSTRARMOS LOGO DE CARA QUE ELE NÃO MOSTROU ABSOLUTAMENTE NENHUMA PROVA DISSO! ENTÃO, SENDO QUE O ÔNUS DA PROVA ESTÁ COM ELES, É BEM ESTRANHO QUE ELES TENTEM CALUNIAR UM DOUTOR E CHAMÁ-LO DE FALSO E MENTIROSO E SEM PROVA NENHUMA!

 

SE ELES ESTUDASSEM UM POUQUINHO DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, ELES SABERIAM QUE CALUNIAR ALGUPÉM SEM PROVAS É MOTIVO SUFICIENTE DE PRISÃO! E ELES CALUNIARAMUM DOUTOR FALSAMENTE E... SEM PROVAS. ISSO SÓ DEMONSTRA MAIS UMA VEZ COMO O TEXTO DELE NÃO POSSUI CREDIBILIDADE NENHUMA. ALÉM DE CALUNIAR ALGUÉM SEM PROVAS, ELE TAMBÉM SE ESQUECE QUE O DOUTOR QUE ANALISOU O MANTO PARA COLHER OS GRÃOS DE PÓLEN NEM MESMO ERA UM CATÓLICO. ELE ERA PROTESTANTE, E COMEÇOU A ANÁLISE DO MANTO COM GRANDE CETICISMO E ACHANDO QUE SE TRATAVA DE UMA FARSA. O QUE MAIS ALGUÉM PODERIA MOSTRAR PARA PROVAR QUE ELE NÃO IRIA FALSIFICAR ISSO???

 

FINALMENTE, DEVEMOS NOTAR QUE O MOMENTO EM QUE O DOUTOR FOI COLHER OS GRÃOS DE PÓLEN DO SUDÁRIO FOI VISTO POR INÚMERAS PESSOAS E INCLUSIVE FOTOGRAFADO. NOUTRAS PALAVRAS, SE ELE TIVESSE INCLUÍDO DESCARADAMENTE ALGUMA COISA NO MANTO QUE NÃO ESTAVA NELE ANTES, ELE SERIA COMPLETAMENTE DESMASCARADO NA HORA! ALIÁS, ALGUMAS DESSAS FOTOS ESTÃO CONTIDAS INCLUSIVE NAQUELE ARTIGO AQUI DO SITE QUE VOCÊ NÃO QUER LER. PORTANTO, NÃO APENAS É UMA CALÚNIA FALSA E ANTI-LÓGICA, COMO TAMBÉM ELE DEVERIA SER UM DOUTOR-SUPER-FALSÁRIO E UM MÁGICO EXTRREMAMENTE INTELIGENTE COM ALTOS PODERES DE FEITIÇARIA E MAGIA NEGRA PARA INCLUIR ALGO NO MEIO DE TODO MUNDO, COM TODO MUNDO VENDO E NINGUÉM PERCEBENBDO NADA!!!

 

EU ACHO QUE JÁ DEVE TER FICADO BEM CLARO O QUANTO QUE ESSA “POSSIBILIDADE” DELE TER INCLUÍDO OS GRÃOS DE PÓLEN É MAIS DO QUE RIDÍCULA E SEM QUALQUER TIPO DE CREDIBILIDADE. POR FIM, DEVEMOS CONSIDERAR TAMBÉM QUE, SENDO QUE ELE NÃO INCLUIU OS GRÃOS DE PÓLEN NO MANTO (MAS ELES JÁ ESTAVAM LÁ), ENTÃO FICA CLARO A ROTA QUE O SUDÁRIO TEVE, QUE FORAM EXATAMENTE OS LOCAIS HISTORICAMENTE CONFIRMADOS DE SUA PRESENÇA! OU SEJA, CONFIRMA EXATAMENTE A SUA ESTADIA EM JERUSALÉM, POSSUI PÓLENS EXCLUSIVOS DA PALESTINA DO SÉCULO I, E TAMBÉM GARANTE TODA A PASSAGEM DO SUDÁRIO DE TURIM EM TODOS OS LOCAIS ONDE A HISTÓRIA NOS MOSTRA QUE ELE PASSOU. NISSO FICA MUITO CLARO E EVIDENTE QUE NÃO EXISTE NENHUMA CHANCE DO SUDÁRIO SER FALSO OU NÃO-AUTÊNTICO, MAS EXISTE UMA POSSIBILIDADE CLARA E ÓBVIA DE QUE ELE SEJA VERDADEIRO.

 

MAS VAMOS CONTINUAR COM AS PÉROLAS QUE AQUELE SITE NOS MOSTRA:

 

“Mesmo se ficasse estabelecido além de qualquer dúvida razoável que o sudário se originou em Jerusalém e que envolveu o corpo de Jesus, e daí? Isto provaria que Jesus se ergueu dos mortos? Eu acho que não. A crença de que alguém se ergueu dos mortos não pode ser baseada em evidências físicas porque a ressurreição é uma impossibilidade física. Apenas a fé religiosa pode sustentar tal crença”

 

VEJA QUE COISA MAIS INTERESSANTE AQUI. VENDO QUE TODAS AS SUAS TENTATIVAS DE DECEPCIONAR O SUDÁRIO SERIAM COMPLETAMENTE FRUSTRADAS POR ALGUÉM QUE POSSUI UM MÍNIMO DE CONHECIMENTO BÁSICO SOBRE O CASO, ELE APELA DIZENDO QUE ISSO NÃO PROVARIA A RESSURREIÇÃO DE CRISTO. EM PRIMEIRO LUGAR, AINDA QUE NÃO FOSSE UMA PROVA DEFINITIVA DA RESSURREIÇÃO, ELE PROVARIA EFETIVAMENTE A HISTORICIDADE DE JESUS CRISTO, REFUTANDO DESTA MANEIRA O ATEÍSMO DE QUALQUER JEITO.

 

E NÃO APENAS PROVARIA A EXISTÊNCIA HISTÓRICA DE JESUS CRISTO, COMO TAMBÉM CONFIRMARIA GRANDE PARTE DOS RELATOS BÍBLICOS: DE QUE ELE FOI CRUELMENTE SURRADO E CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO EM UM MANTO FINO DA ÉPOCA. OU SEJA, CONFIRMARIA TODOS OS TESTEMUNHOS OCULARES REGISTRADOS NOS QUATRO EVANGELHOS! E, SE OS EVANGELHOS NÃO MENTEM SOBRE NADA DISSO, ENTÃO POR QUE DEVERÍAMOS ACREDITAR QUE ELES MENTIRIAM SOBRE OS FEITOS E A VIDA DE JESUS, E SOBRE A SUA PRÓPRIA RESSURREIÇÃO DOS MORTOS? NÃO TERÍAMOS EVIDÊNCIAS SÉRIAS PARA DESACREDITAR NISSO, UMA VEZ QUE ELE MESMO CONFESSANDO A AUTENCIDADE DO SUDÁRIO CONFIRMARIA QUE OS EVANGELISTAS DISSERAM A VERDADE EM TODOS OS OUTROS ASPECTOS.

 

E O AERGUMENTO DELE DE QUE A RESSURREIÇÃO NÃO PODE TER ACONTECIDO PORQUE A RESSURREIÇÃO É UMA IMPOSSIBILIDADE FÍSICA É UM ARGUMENTO MUITO FRAQUINHO. ISSO PORQUE NINGUÉM AQUI ESTÁ PRESSUPONDO QUE OS ÁTOMOS E AS PARTÍCULAS DO CORPO MORTO DE JESUS SE RELIGARAM SOZINHOS E O SANGUE COMEÇOU NOVAMENTE A CIRCULAR NATURALMENTE PARA JESUS RETORNAR A VIDA. O QUE NÓS, CRISTÃOS, REALMENTE AFIRMAMOS É QUE FOI DEUS QUEM RESSUSCITOU JESUS CRISTO DENTRE OS MORTOS. EU JÁ PROVEI A VOCÊ QUE NÓS VIVEMOS EM UM UNIVERSO TEÍSTA, ONDE OS MILAGRES (INCLUSIVE A PASSAGEM PELO MAR VERMELHO) SÃO POSSÍVEIS. VOCÊ MESMO TEVE QUE CONCORDAR NESTES PONTOS.

 

PORTANTO, SE DEUS EXISTE, POR QUE ELE NÃO PODE TER RESSUSCITADO JESUS, COMO A BÍBLIA DIZ? NÃO FAZ SENSO DESACREDITARMOS NOS FATOS POR CAUSA DE UM CONCEITO FALSO PRÉ-C0NCEBIDO DE SE NEGAR A RESSURREIÇÃO DOS MORTOS. SE DEUS CRIOU TODO O UNIVERSO E TODA A MATÉRIA NELE EXISTENTE A PARTIR DO NADA, ENTÃO ELE CERTAMENTE PODE TAMBÉM RESSUSCITAR ALGUÉM QUE JÁ PERDEU A VIDA. ADEMAIS, AINDA FICARIA UMA PERGUNTA: SE O SUDÁRIO É VERDADEIRO MAS JESUS NÃO RESSUSCITOU, ENTÃO COMO É QUE FOI FORMADA AQUELA IMAGEM??? ISSO SIM É REALMENTE UMA IMPOSSIBILIDADE CIENTÍFICA! A IMAGEM DO SUDÁRIO SÓ PODERIA TER SE FORMADO NO MOMENTO EM QUE JESUS RESSUSCITOU DOS MORTOS, DOUTRA FORMA NÃO HAVERIA IMAGEM NENHUMA NELE! VEJA O QUE EU COLOQUEI SOBRE ISSO NAQUELE ARTIGO QUE EU DISSE:

 

O corpo envolvido no Sudário achava-se em estado absoluto de enrijecimento causado pela morte (rigor mortis), e os patologistas estão em condições de afirmar que estava sem vida. Ora, o corpo humano, ao cabo de cerca de trinta horas, começa a deixar sobre os panos que o envolvem uma espécie de pequenos cristais resultantes dos fenômenos que ocorrem no cadáver depois desse tempo, especialmente pela decomposição cadavérica. Mas os especialistas que estudaram o Sudário não encontraram o menor indício desses cristais entre as fibras do tecido. Isto indica que o lençol fúnebre não esteve muitos dias em contato com o corpo sepultado.

  

Mas o corpo poderia ter sido retirado da mortalha pelos próprios discípulos, como aliás se tentou propalar na ocasião (Mt 28, 13). Os cientistas fizeram uma análise minuciosa do lençol e concluíram que por nenhum meio humano normal se teria conseguido separar uma ferida e o pano unido a ela, depois que o sangue secou, sem arrancar pequenas partículas do corpo, sem desfazer a correção anatômica da figura e a integridade estrutural das manchas de sangue e dos coágulos sanguíneos: as manchas ter-se-iam desfeito e espalhado. Todavia, encontram-se intactas.

 

A separação natural deixaria no tecido sinais de fibras de linho que, grudadas à ferida e ao sangue, teriam sido repuxadas ao separar-se o cadáver da mortalha que o envolvera. A observação microscópica não captou nenhum desses indícios: depois de aumentados 32 vezes, o centro e as bordas das manchas de sangue não revelaram nenhum sinal de repuxamento das fibras. Portanto, se o cadáver não ficou no túmulo muito tempo – e nem pode ter saído de lá por meios humanos naturais – segue-se logicamente que o fator “RESSURREIÇÃO” é a única conclusão lógica e satisfatória para como se deu tal fato.

 

Qualquer outra “conclusão” esbarraria em uma contradição de primeira ordem, sendo objetivamente excluídas. O cadáver não foi retirado e nem saiu do lençol por repuxação, mas sim desapareceu de lá pelo milagre da ressurreição. Isso, também, confirma o fato bíblico: “Porque tu não me abandonarás no sepulcro, nem permitirás que o teu Santo sofra decomposição” (At.2:27).

  

É sabido que os cientistas não conseguiram desvendar o mistério relativo ao processo técnico que teria originado a formação da figura do Sudário. As conclusões científicas apenas nos dizem como é que esta não foi gravada no tecido: não foi pintada, não foi formada por contato direto – à exceção das manchas de sangue – nem mediante vapores ou qualquer outro processo conhecido no nosso século e muito menos no século XIV.

 

Segundo vimos, a teoria mais plausível de todas é a da chamuscadura ocasionada por calor ou por uma luz intensa. Mas o que teria causado essa chamuscadura? Como é que o corpo de um cadáver pode produzir calor ou luz? Não resta outra hipótese senão a de que, ao ressuscitar, o corpo de Cristo irradiasse esse calor ou essa luz. O Sudário aponta para esse fato histórico como a única explicação plausível para a formação da figura impressa no lençol.

 

PORTANTO, SENDO O SUDÁRIO VERDADEIRO (COMO ELE REALMENTE É), ENTÃO ISSO É UMA PROVA DEFINITIVA QUE JESUS RESSUSCITOU DOS MORTOS. E FIM DE PAPO!

 

GRANDE ABRAÇO, AMAURI!

 

----------------------------------------------------------------------------

Por: Lucas Banzoli.

 

Clicando em ENVIAR CARTA, no menu esquerdo, você pode comentar, criticar, perguntar ou debater sobre o assunto com o autor do site.